Conceito » Ciência » Ionosfera

Ionosfera - Conceito, o que é, Significado

A atmosfera é o conjunto de gases que rodeiam a Terra. Em sua parte mais externa se encontra uma camada específica, a ionosfera. Recebe este nome porque ao ser a camada mais próxima ao Sol produz um processo de ionização devido ao efeito da radiação solar. Diante deste quadro existe ionização como consequência dos fótons gerados pela energia solar. Neste nível da atmosfera a energia do Sol é tão potente que provoca a separação das moléculas e os elétrons se dispersam e flutuam de maneira independentemente.

Uma das camadas da atmosfera terrestre

Na ionosfera que rodeia a Terra há elétrons, átomos e moléculas com cargas elétricas. Esta camada da atmosfera se encontra situada entre 50 e 1000 quilômetros e constitui menos de 0,1% do conjunto da massa que forma a atmosfera.

A parte mais próxima da Terra é a troposfera, aproximadamente a 10 km de distância. Entre a troposfera e a ionosfera existem três camadas intermediárias: mesosfera, termosfera e exosfera.

A ionosfera também tem uma subdivisão. A denominada camada D se encontra localizada a uns 50 km de distância e sua principal função é a proteção da radiação espacial. Acima desta se encontra a camada E, caracterizada por seu gás ionizado (a ionização não é estável, mas depende do ângulo de onde vêm as radiações solares).

Seguidamente vem a camada F, que é responsável pela propagação das ondas eletromagnéticas (nesse nível existe uma camada F1 e outra F2, a primeira permite a absorção das ondas eletromagnéticas e a segunda possibilita o momento de ionização máxima em um dia).

As comunicações atuais não seriam possíveis se a ionosfera não existisse

Esta estrutura externa da atmosfera é a que permite a propagação das ondas de rádio através do espaço, portanto, é essencial para os sistemas de comunicação e para a navegação. Esta camada permite que as ondas de rádio saltem e os emissores de onda curta enviem suas transmissões além do horizonte. A ionosfera desvia os sinais dos satélites GPS.

Também atua como uma camada protetora da Terra, pois nela os meteoritos são desintegrados antes de atingir a superfície da Terra.

Por último, suas mais variadas camadas têm um efeito direto sobre o campo geomagnético da Terra (o estudo dos mecanismos da ionosfera já permitiu melhorar a previsão de terremotos).

O planeta Terra não é o único com esta camada específica da atmosfera, já que o planeta Marte e a Lua também contam com sua própria ionosfera (foram os soviéticos na década de 1970 que identificaram a ionosfera lunar pela primeira vez).

Imagens Fotolia. Mila Gligoric, Andyvi

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: