Conceito » Ciência » Artrópodes

Artrópodes - Conceito, o que é, Significado

Os animais com maior número de espécies são os artrópodes, dos quais se dividem em cinco grupos: crustáceos, miriápodes, aracnídeos e insetos. Apesar de suas diferenças anatômicas, todos estes animais compartilham duas características essenciais: são invertebrados e não têm esqueleto interno. Esta particularidade tem relação com a etimologia do termo, pois artrópodes significa pés ou patas articuladas (arthron equivale à articulação e podos a pé).

Principais aspectos fisiológicos

A maioria dos artrópodes tem o corpo dividido em segmentos simétricos e ao mesmo tempo apresentam um esqueleto externo, que lhes serve como elemento protetor diante da ameaça de outros predadores. O corpo de alguns artrópodes não cresce à mesma velocidade do seu esqueleto externo, mudando para outro maior em um processo conhecido como muda.

Do ponto de vida evolutivo, os artrópodes se adaptam a qualquer tipo de ambiente por vários fatores: a segmentação de seu organismo, o exoesqueleto, os apêndices articulados umas potentes estruturas sensoriais. Estes fatores lhes permitem uma grande mobilidade e uma notável eficácia para sobreviver.

Alguns artrópodes são terrestres e outros aquáticos. Os terrestres como o escorpião respiram pelas traqueias, enquanto que os aquáticos como a lagosta respiram pelos brônquios. Em relação à alimentação, também é bem diversificada, uma vez que há artrópodes herbívoros (a larva é um exemplo), carnívoros (mantis religiosa) e os onívoros (as vespas).

Em relação à reprodução, os artrópodes têm fecundação interna e são ovíparos, ou seja, põem ovos para reproduzir. Dos seus ovos saem larvas, das quais sofrem diversas mudanças (a metamorfose) até se tornarem adultos.

A questão da divisão zoológica dos artrópodes depende do número de patas

Devido à grande quantidade e variedade de artrópodes, os zoólogos os classificam em quatro grandes grupos dependendo do número de patas que venham a ter. Assim, os insetos como as moscas, as formigas e os piolhos têm seis patas; os escorpiões e as aranhas fazem parte dos aracnídeos e têm oito patas; os caranguejos e os camarões são crustáceos e têm dez patas; por último os miriápodes têm mais de dez patas e seus corpos são mais compridos (a lagarta e centopeia fazem parte desse grupo).

Imagens: Fotolia. Perysty - helen cingisiz

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: