Conceito » Cultura » Xamã

Xamã - Conceito, o que é, Significado

Na maioria das culturas há pessoas que se consideram exclusivamente dotadas e possuidoras de alto conhecimento. No campo religioso, estas pessoas são os sacerdotes com denominações diferentes (padres, rabinos, imames, etc). No contexto laico existe os cientistas, eruditos e estudiosos, além da palavra guru ser utilizada para referir a um especialista em determinado assunto.

Em algumas tradições espirituais o personagem que possui um poder único é o xamã

O xamanismo é uma crença segundo a qual existem duas realidades diferenciadas e paralelas: o mundo terreno e o mundo dos espíritos. Entre ambos há forças invisíveis que só podem ser compreendidas por um especialista, o xamã.

O xamanismo surgiu na Sibéria e se estendeu pela América através do estreito de Bering há milhares de anos

A palavra xamã provém do tungú, uma língua falada em alguns territórios do centro e do norte da Ásia. Num sentido literal significa "aquele que sabe". Deve-se destacar que na tundra siberiana existe uma árvore com esta denominação e segundo os habitantes desta região é uma árvore com propriedades singulares.

Existem em todo tipo de cultura e na linguagem popular são conhecidos como bruxos e feiticeiros

Estes indivíduos são uma mistura de feiticeiros, curandeiros, místicos e sacerdotes. São altamente valorizados em suas comunidades porque sabem como ter acesso ao mundo dos espíritos e, por outro lado, porque têm poderes de cura.

Possuem conhecimentos avançados, já que conhecem o poder curativo das plantas e dos rituais para evitar o sofrimento. Dizem que se conectam com os espíritos do além.

De acordo com especialistas em xamanismo, estes indivíduos têm um dom especial para exercer suas funções e, portanto, nenhuma pessoa pode alcançar esta condição.

Muitos xamãs recorrem às plantas alucinógenas para interpretar o espírito humano. Estas plantas, por exemplo, a ayahuasca, é usada para curar as diversas alterações físicas ou espirituais.

Do ponto de vista ocidental, o xamanismo primitivo era uma forma de fazer perguntas à natureza e orientar os seres humanos em um ambiente repleto de mistério.

Os antropólogos que estudaram o fenômeno afirmam que essa é uma forma de entender os mistérios da vida. Assim, o homem primitivo tinha a necessidade de enfrentar a complexidade do mundo através de um sistema de crenças.

Por outro lado, o saber dos xamãs tem uma dimensão formativa e terapêutica dentro de uma comunidade.

Imagem: Fotolia. Erica Guilane-Nachez

Relacionados:

  1. Imame (Religião Muçulmana)
  2. Pré-Colombiano
  3. Crença
  4. Língua Materna
  5. Terceira, Quarta e Quinta Dimensão Espiritual
  6. Eurásia
  7. Língua Guarani
  8. Etimologia
  9. Conterrâneo
  10. Sincretismo