Parapeito - Conceito, o que é, Significado

Tudo aquilo que serve como medida de segurança ou de proteção funciona como um parapeito. Assim, uma parede ou uma grade construída para evitar quedas é um parapeito. O mesmo se aplica a um muro, a uma cerca ou a uma trincheira.

Uma palavra de origem militar que tem se adaptado a outras circunstâncias

Quanto à origem do termo, provém do vocábulo italiano parapetto que, por sua vez, vem da expressão "parare il petto", que pode ser traduzida como proteger o peito. Os parapeitos originários se referiam a todos os elementos de defesa militar que permitiram aos soldados proteger-se de ataques inimigos, especialmente das balas de canhão. Neste sentido, o parapeito é um elemento de proteção militar, no entanto, já se estendeu ao campo da arquitetura e da engenharia, pois nestas áreas é necessário recorrer a medidas para evitar possíveis riscos ou acidentes.

De parapeito a parapeitar

A partir do substantivo parapeito se forma o verbo parapeitar. Assim, quando alguém quer proteger-se da chuva e se coloca embaixo de um toldo, ela está parapeiteando, ou seja, protegendo-se. O termo parapeitear-se não é nada comum e é sinônimo de abrigar-se, cobrir-se, resguardar-se ou defender-se.

A ação de parapeitear-se pode ser entendida em duplo sentido: como um elemento de proteção física ou como forma de proteger-se psicologicamente.

Como nos parapeitamos psicologicamente

Muitas vezes temos sentimentos de medo, nos sentimos vulneráveis ou simplesmente não queremos que os outros saibam algo de nós. Em todas estas circunstâncias precisamos de uma estratégia que nos sirva de parapeito.

Vamos pensar no uso do tratamento de senhor no lugar de você. Quando recorremos ao uso de senhor fazemos isso por educação ou para estabelecer certa distância de alguém. O fato de recorrer a uma mentira para referir a nossa responsabilidade é também uma forma de nos proteger, ou seja, de parapeitear.

Utilizar uma desculpa para não cumprir com um compromisso é outra maneira de evitar problemas. Em síntese, os parapeitos psicológicos são mecanismos mentais que permitem uma melhor adaptação às circunstâncias.

Às vezes, estes mecanismos são inconscientes e a psicanálise os denomina como mecanismos de defesa. Entre os mecanismos de defesa do tipo inconsciente, podemos destacar dois: a negação e a projeção. Usamos a negação quando aceitamos algo que achamos doloroso e empregamos a projeção quando damos a culpa de nossos erros aos outros.

Imagem: Fotolia. Photographee

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: