Cetáceos - Conceito, o que é, Significado

Animais como o golfinho, a baleia, o boto e a orca baleia fazem parte dos cetáceos. Todos eles compartilham uma série de características: vivem no meio marinho, são mamíferos vertebrados, respiram pelos pulmões, têm sangue quente e possuem uma barbatana bifurcada no final do corpo.

Durante o primeiro período de vida, as crias se alimentam do leite materno obtido das glândulas mamárias e quando se tornam adultos se alimentam de crustáceos, moluscos, peixes pequenos e plânctons. Desta maneira, os cetáceos têm aspecto de peixes, mas na realidade são mamíferos.

O termo cetáceo provém do vocábulo grego ketus, que literalmente significa monstro marinho.

Do ponto de vista evolutivo estes animais forma terrestres, mas há 200 milhões de anos começaram sua adaptação ao meio aquático. Quanto ao seu habitat, podem ser encontrados em oceanos, costas e rios, tanto em águas frias como quentes.

O sistema de comunicação dos cetáceos

Estes mamíferos aquáticos possuem um olfato pouco desenvolvido e seus olhos são adaptados para enxergar tanto dentro como fora da água. Sua audição é extremamente poderosa e sofisticada, pois são capazes de perceber ultrassons.

Utilizam dois tipos de sons: uns são destinados para a localização de alimentos e detecção de perigos e outros para a comunicação entre os membros de uma mesma espécie. Este sistema de comunicação é conhecido pelo termo ecolocalização. Consiste em emitir todo tipo de sons através de rajadas ou impulsos sonoros. Quando estes impulsos regressam ao cérebro do cetáceo, o mesmo obtém informação precisa sobre seus arredores. Portanto, o eco sonoro fornece informações detalhadas sobre possíveis presas ou perigos.

Assim mesmo, possuem ondas de baixa frequência e graças a elas os grupos de cetáceos podem comunicar-se de forma efetiva.

No caso dos golfinhos, a ecolocalização relacionada à caça apresenta as seguintes fases:

1) o golfinho sai à superfície da água e abre o espiráculo para entrar o ar;

2) a partir do momento que os pulmões já têm ar, seu nariz incha e seus lábios fônicos abrem e fecham para emitir uma vibração;

3) ondas sonoras são formadas com diferentes frequências;

4) estas ondas sonoras viajam pela água e em seguida repulsam nos objetos ou animais;

5) as ondas regressam ao golfinho em forma de eco, em seguida são percebidas pelo ouvido e finalmente interpretadas pelo cérebro.

Animais sociais e muito inteligentes

Os cetáceos são capazes de organizar-se e coordenar-se para tarefas bem diversas: conseguir alimentos, oferecer ajuda diante de uma ameaça, cuidar das crias ou realizar deslocamentos em grupo.

Em suma, são animais sociais e apenas os machos adultos vivem isolados durante períodos bem específicos.

Imagem: Fotolia. Andrea Izzotti

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: