Ar - Conceito, o que é, Significado

O ar é conhecido pela mistura de gases que formam a atmosfera terrestre. Os principais componentes desta mescla são o nitrogênio com 78% e o oxigênio com 21%. Também estão presentes, em uma quantidade muito menor, outros gases como o ozônio, o hidrogênio e o dióxido de carbono.

O ar se mantém na Terra de forma livre e exterior graças à ação da força da gravidade, permitindo a existência de vida sobre o planeta.

As propriedades do ar

Apesar da mistura de gases (chamada de ar por nós) ser invisível para o olho humano, não impede que a mesma seja considerada como matéria. O ar ocupa determinado volume e apresenta uma massa específica.

Além disso, o ar é fonte de oxigênio, possibilita a respiração dos seres vivos e de muitos outros gases sem os quais não poderia existir vida, como é o caso do nitrogênio e do dióxido de carbono.

O ar exerce pressão em todas as direções. Este fenômeno é conhecido como pressão atmosférica e varia de um ponto ao outro do planeta em função da temperatura, da altitude e da proximidade com a costa.

Finalmente, o ar desempenha uma função fundamental para o ser humano, pois se encarrega de filtrar os prejudiciais raios ultravioletas que chegam a Terra por parte do Sol graças à conhecida camada de ozônio.

O ar como fonte de energia

O aproveitamento da energia cinética do vento como fonte de energia não é mais novidade. Desde os tempos mais remotos os moinhos de vento eram usados para moer cereais, bombear água e mover os engenhos. Inclusive, pode-se dizer que até o surgimento da máquina a vapor, o vento tem sido uma das maiores fontes de energia para o homem. Ainda assim, a energia eólica não começaria a ser explorada comercialmente desde a entrada do século XIX.

Hoje em dia, a energia proporcionada pelo vento tem saltado novamente ao primeiro plano graças ao desenvolvimento de grandes aerogeradores que conseguem converter diretamente a energia eólica em eletricidade, podendo abastecer de energia pequenas explorações agrícolas até populações de tamanho reduzido.

Apesar do avanço dos últimos anos, a contribuição da energia eólica produzida no mundo continua escassa, embora mostre uma clara tendência de alta.

Imagem: iStock. Deklofenak

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: