Conceito » Psicologia » Psicocirurgia

Conceito de Psicocirurgia

A saúde é uma meta do bem-estar. Dentro do campo da saúde, a área que trata da mente é particularmente complexa. Em relação à saúde mental, alguns pacientes tomam determinada medicação, são psicofármacos para tratar os efeitos de um diagnóstico específico.

Na maioria dos casos, a forma de tratar um problema de saúde mental se encontra em uma combinação de tratamento farmacológico e terapia da palavra. No entanto, em alguns casos, é necessário implantar outras medidas específicas para reforçar a capacidade de resistência do paciente.

Tratamento para a saúde mental

Assim ocorre, por exemplo, com a psicocirurgia. Trata-se de um tipo de neurocirurgia que tem a finalidade de tratar uma doença mental. A psicocirurgia nunca é a primeira opção, mas sim a última. Ou seja, esta possibilidade surge quando os resultados não são bem- sucedido, assim como os tratamentos anteriores. Além disso, procura-se minimizar a realização deste tipo de exame porque o paciente precisa viver um processo de recuperação pós-cirúrgica.

Psicocirurgia é o nome da técnica que se aplica ao tratamento cirúrgico da mente dos pacientes que sofrem de uma doença mental mais grave. No entanto, este tipo de tratamento deve ser realizado sempre respeitando a ética.

Tratamento de lobotomia

Um exemplo de psicocirurgia é a lobotomia, um tipo de intervenção frequente no século XX para tratar doenças específicas, tais como a esquizofrenia e a depressão. Uma das razões pelas quais a lobotomia foi tão bem acolhida em sua época era porque essa intervenção cirúrgica poderia ser realizada em um período relativamente curto de quinze minutos.

A lobotomia perdeu popularidade quando o setor farmacêutico apresentou os primeiros psicofármacos para tratar de forma medicinal as doenças mentais. Além disso, com o passar do tempo e o desenvolvimento de uma nova sensibilidade médica, a lobotomia também começou a ser considerada uma prática antiética e até mesmo contrária aos direitos humanos.

Isso contribuiu também com a morte de uma das pacientes de Walter Freeman como consequência de uma hemorragia durante a cirurgia. Além disso, a lobotomia deixava efeitos secundários em muitos casos, sob a forma de um agravamento no comportamento do paciente.

Atualmente, as operações de psicocirurgia são realizadas apenas quando uma equipe multidisciplinar analisa o histórico clínico do paciente e avalia cuidadosamente as vantagens e os benefícios desta intervenção.

Imagem: Fotolia. Teeradej

Relacionados:

  1. Farmacoterapia
  2. Oligofrenia
  3. Recaída (Saúde)
  4. Medicina Estética
  5. Astenia
  6. Peeling
  7. Potomania
  8. Transtorno Dismórfico Corporal
  9. Medicina Esportiva
  10. Receita Médica