Conceito » Ciência » Lei de Faraday

Lei de Faraday - Conceito, o que é, Significado

A lei de Faraday está relaciona a duas áreas da ciência: a eletricidade e o magnetismo. Neste sentido, esta lei afirma que a voltagem induzida é equivalente à variação no tempo de um campo magnético. Em outras palavras, a força eletromotriz é igual à variação do fluxo magnético ao longo do tempo.

Compreendendo o funcionamento de um motor elétrico a partir da lei de Faraday

Quando temos um ímã com dois polos diferenciados, estes produzem um campo magnético. Ao introduzir o ímã dentro de uma bobina, a variação do fluxo magnético ao longo do tempo produz determinada voltagem, mas se o ímã se mantém afastado da bobina não ocorre nenhuma alteração de voltagem. Este fenômeno pode ser explicado pela lei de Faraday, pois uma mudança magnética que varia no tempo produz uma voltagem. Este princípio explica, por sua vez, o funcionamento da indução eletromagnética que ocorre em um motor.

Como se chegou à lei de Faraday?

Em 1820, o cientista dinamarquês Hans Christian Oersted demonstrou que uma corrente elétrica altera a agulha de uma bússola. A partir deste descobrimento, Michael Faraday pensou que se uma corrente pudesse alterar um campo magnético isso significaria que um campo magnético também poderia gerar uma corrente elétrica.

Durante mais de dez anos Faraday tentou demonstrar sua hipótese inicial, sendo que finalmente conseguiu fazendo passar um ímã pelo interior de um solenoide, da qual estava conectado a um galvanômetro.

Observou que ao mover rapidamente o imã, a agulha do galvanômetro também se movia. Este experimento foi traduzido paralelamente em um duplo avanço tecnológico: o desenvolvimento de geradores e de motores elétricos.

Outras contribuições

Este cientista britânico é reconhecido como um dos grandes homens da ciência do século XIX. Além da lei que expressa a relação entre a eletricidade e o magnetismo, também trouxe outras contribuições relevantes. Desenvolveu um método que permitia alguns gases pudessem liquefazer-se se estivessem submetidos à determinada pressão. Por outro lado, impulsionou a química orgânica, pois foi o descobridor de um novo composto: o benzeno. Trouxe importantes contribuições para o posterior desenvolvimento da teoria eletromagnética da luz (Faraday observou que um campo magnético pode alterar um feixe de luz).

Por último, formulou as leis da eletrólise, das quais estabelecem a relação entre os processos químicos e a eletricidade.

Michael Faraday não foi um cientista teórico como tantos outros, já que ao longo de sua vida deu palestras e conferências para difundir a ciência entre os mais jovens. Suas intervenções foram conhecidas como "Friday Evening Discourses" (palestras nas tardes de sexta-feira).

Imagem Fotolia. Archivist

Relacionados:

  1. Campo Magnético
  2. Corrente Elétrica
  3. Lei de Ohm
  4. Eletrólise
  5. Eletrodinâmica
  6. Próton
  7. Regulador
  8. Dinamômetro
  9. Reiki
  10. Supercondutividade