Conceito » Filosofia » Ontologia

Ontologia - Conceito, o que é, Significado

A ontologia é um ramo da filosofia focado no estudo do ser. O mesmo deve ser entendido desde a particularidade de cada ser como do que "é" em geral. Seu início se deu na própria filosofia, na Grécia clássica, mesmo o termo sendo usado muito depois. É um tipo de filosofia genérica que procura produzir conhecimento ou perguntas sobre a existência em um nível básico.

Um bom exemplo dessa circunstância é mostrado por Leibniz com a seguinte pergunta: "Por que existe algo em vez de nada?". A ontologia procura dar respostas neste sentido, seguindo um desenvolvimento que parte de circunstâncias que damos por certo.

Platão fez uma distinção entre a área do inteligível e o do observável pelos sentidos

Ambas as áreas são parte da realidade, mas a segunda, que é aquilo que percebemos através dos sentidos, é um reflexo da primeira. Assim, existe uma clara dependência do perceptível em relação ao racional para este filósofo. Este tipo de dicotomia é facilmente observável na “alegoria da caverna". Nela, descreve homens amarrados que só podem observar as sombras projetadas contra uma parede, das quais se originam de uma fogueira e dos movimentos de outros homens.

Com este exemplo, procura-se transmitir esta relação entre o mundo das ideias e o perceptível.

Talvez possa ter sido Aristóteles quem conseguiu desenvolver esta disciplina a ponto de fazer que sua influência sobrevivesse por muitos anos

Ele fala da existência de substâncias e matérias para explicar o universo e o particular. Um objeto qualquer é a união da matéria com seus acidentes e de forma substancial. As observações de Aristóteles foram amplamente utilizadas na Idade Média, com o aditivo de somar fé à equação. Neste contexto, a disciplina da ontologia seria a criação de Deus, primeira causa e fim de todas as coisas.

O século XX foi um período frutífero para esta disciplina. Na verdade, os trabalhos de Husserl e Heidegger podem ser citados como os mais significativos neste sentido. Em geral, pode-se dizer que tentaram desenvolver a ontologia baseada na existência humana, derivada das experiências mais fundamentais do homem. Heidegger, em particular, procura fazer uma distinção entre "ser" e "ente". Este tipo de consideração levou Sartre a afirmar que a existência precede à essência.

Imagem: Fotolia. intueri

Relacionados:

  1. Objeto
  2. Metafísica
  3. Irracionalismo
  4. Realidade
  5. Perspectivismo
  6. Exoterismo
  7. Nada (Filosofia)
  8. Substância (Filosofia)
  9. Doxa
  10. Númeno