Conceito » Saúde » Fisiopatologia

Fisiopatologia - Conceito, o que é, Significado

A fisiopatologia é uma ciência que surge a partir da convergência entre a patologia e a fisiologia. A primeira é parte da medicina e tem como objetivo a descrição das condições que podem ser observadas durante um estado de doença, enquanto que a fisiologia é o ramo da biologia que estuda os processos e mecanismos que operam dentro de um organismo. Assim a fisiopatologia pretende dar uma explicação à ação dos mecanismos fisiológicos para que a condição de um organismo melhore ou piore.

Por outro lado, a fisiopatologia serve para definir as alterações funcionais associadas ou produzidas por uma doença ou lesão.

De qualquer forma, é importante notar que esta ciência não tem relação direta com a terapia de doenças, mas sim apenas para explicar os processos que determinam seus sinais e sintomas.

História da fisiopatologia

As origens da fisiopatologia se remontam ao século V a. C, quando Hipócrates, pai da medicina, começa a difundir seu trabalho.

Neste primeiro período, são importantes também os trabalhos do médico romano Galeno (já no segundo século II d. C), que é considerado o fundador da fisiologia experimental. Da mesma forma, vale destacar alguns textos indígenas de Ayurveda ou de Charaka Samhita, que incluem entre suas páginas profusas descrições da anatomia humana.

Posteriormente, durante a Idade Média, os muçulmanos eram os responsáveis por desenvolver esta ciência

Acima de tudo, estão os trabalhos de Avicena, entre os séculos X e XI, para dar um impulso à introdução da fisiologia dentro do cânon geral da medicina. Além disso, os médicos muçulmanos também tiveram o cuidado de desacreditar antigas teorias de conteúdo errôneo, mas com grande efeito para a época.

É a partir daí que há um aumento claro da pesquisa fisiológica no Ocidente, dando origem ao nascimento moderno do que conhecemos hoje como anatomia e fisiologia graças aos artistas do Renascimento, como Andrea Vesalio, cujos trabalhos influenciaram muito a obra dos cientistas Herman Borhaave e Leiden.

Finalmente, com os avanços que trouxeram a Revolução Industrial, os conhecimentos fisiológicos aumentaram exponencialmente durante o século XIX, destacando notavelmente a teoria celular desenvolvida por Theodor Schwann e Matthias Schleiden, que mudaram por completo o conceito da medicina.

Durante o século XX, o estudo dos órgãos dos seres humanos foi ganhando importância entre os biólogos, permitindo que certos ramos como a fisiologia evolutiva adquirissem tal importância e chegassem a ser considerados uma especialidade diferente.

Imagem: Fotolia. shidlovski

Relacionados:

  1. Fisiologia
  2. Teoria dos Quatro Humores
  3. Doença
  4. Anatomia Patológica
  5. Incidência
  6. Homeostase
  7. Termorregulação
  8. Ciências Auxiliares
  9. Pregnância
  10. Acupuntura