Vanglória - Conceito, o que é, Significado

A vanglória é uma expressão de orgulho exagerado que alguém manifesta em relação a si mesmo, seja uma qualidade, uma conquista ou a posse de um bem.

Considera-se uma atitude contrária à humildade e uma forma soberba

Aquele que tem o costume de vangloriar-se sobre algum assunto tem uma opinião própria bem satisfatória, mesmo que não haja uma justificativa para isso (não devemos esquecer que o adjetivo vanus indica algo vazio de conteúdo). Neste sentido, não é bem visto socialmente falar de si mesmo em termos elogiosos, pois são os outros que devem falar sobre as qualidades de uma pessoa.

Existem outros termos que servem como sinônimo da palavra vanglória: ostentação, presunção, arrogância, soberba, vaidade, etc.

A vanglória é considerada um defeito, pois aquele que tem esta tendência em seu comportamento adota uma postura de superioridade sobre os demais, dando a entender que algo seu tem valor especial e de grande importância.

Quando uma pessoa se orgulha por algum motivo justificado e sem nenhum ânimo pretensioso, considera-se que sua avaliação é justa e equilibrada

Entretanto, se o orgulho é desproporcional e comum entra na vangloria, algo avaliado como excessivo e consequentemente reprovável do ponto de vista da moralidade. Embora se trate de uma atitude excessiva por si só, podendo chegar ao extremo, ou seja, ao endeusamento. Alguns historiadores acreditam que a personalidade do imperador romano Calígula era um exemplo de endeusamento.

Segundo a tradição cristã, esta forma de arrogância é um dos vícios humanos e é considerada uma atitude próxima ao pecado

Na Bíblia existem muitas referências a este tipo de comportamento e que são contrárias ao respeito ao próximo e à humildade, uma virtude defendida por Jesus Cristo. A rejeição a uma atitude de vangloria ou de vaidade não é exclusiva do cristianismo, já que na mitologia grega o mito de Narciso (personagem apaixonado por si mesmo e por isso castigado pelos Deuses) destaca também este comportamento inadequado.

Embora a humildade, a simplicidade e a modéstia sejam virtudes que se apresentam como oposição à vanglória, vale a pena lembrar que a modéstia também pode ser considerada inapropriada, na verdade, uma falsa modéstia, ou seja, uma forma dissimulada de vangloriar-se.

Mesmo que não seja possível traçar um modelo de indivíduo que se encaixe a este defeito, é bastante comum a presença de pessoas de grande êxito social, elogiadas com frequência e que pensam que possuem qualidades acima do normal.

Imagem: iStock. nandyphotos

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: