Tiamina (Vitamina B1) - Conceito, o que é, Significado

Tiamina é a denominação técnica de uma vitamina, também chamada de B1. Há um total de 13 vitaminas conhecidas, sendo que todas elas são substâncias inorgânicas encontradas nos alimentos, uma vez que nosso organismo não é capaz de sintetizá-las.

A tiamina faz parte de um grupo de vitaminas, o chamado grupo B, sendo todas elas essenciais para a vida

O grupo B compartilha uma série de propriedades: são solúveis em água e estão relacionadas ao metabolismo, ou seja, com o conjunto de reações químicas que produzem em nosso organismo.

A tiamina é uma molécula ativa, o pirofosfato de tiamina (TPP), assim quando há uma carência significa em nosso corpo podem ocasionar algumas doenças. Na verdade, seu descobrimento se dá a partir da comprovação de sua ausência na manifestação da doença beribéri. Esta doença é conhecida desde a antiguidade e se manifesta com sintomas neurológicos e problemas de coração.

No início do século XX, detectou-se que a falta de tiamina é a causa desta patologia, manifestada historicamente no Oriente, onde a alimentação básica é o arroz e quando não há casca causa o beribéri. A falta da vitamina B1 também está presente entre as pessoas que sofrem de alcoolismo, assim como algumas síndromes neurológicas bem especificas (a mais conhecida a Síndrome de Korsakoff). Em relação ao alcoolismo, devemos lembrar que as bebidas alcoólicas atuam como um inibidor da vitamina B1.

A tiamina está presente numa grande quantidade de alimentos: nas carnes, mariscos, massas e cereais

Há alimentos que têm uma quantidade reduzida desta vitamina, como as verduras, os lácteos e as frutas. O excesso de tiamina não é recomendável, mesmo sem provocar toxicidade, já que é eliminada pela urina. Por este motivo é considerada como inócua. Segundo os médicos, a quantidade certa que uma pessoa deve ingerir diariamente está entre 0,4 e 1.4 mg, embora essas doses variam em função da idade e do tipo de vida de cada pessoa.

A absorção da tiamina é rápida e se armazena no cérebro, no rim, no coração e especialmente no fígado, órgão responsável em processar os nutrientes que nos alimentam, entre outras funções vitais.

Alguns medicamentos contêm tiamina e são indicados a pacientes que se submetem a hemodiálise. Os casos de toxicidade são excepcionais, pois tudo o que se ingere não corre riscos e nem sofre contraindicações de maneira generalizada.

Imagem: iStock. gradyreese

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: