Teocentrismo - Conceito, o que é, Significado

O teocentrismo é uma concepção do mundo através do qual Deus é a principal base de toda a realidade. Do ponto de vista semântico, este vocábulo é formado por dois conceitos: Teo que significa Deus ou divindade; e Centrismo que indica uma localização no centro.

As posições ou correntes teocêntricas são próprias das religiões monoteístas, basicamente das religiões cristã, judaica e muçulmana, embora esteja presente também na maioria das abordagens religiosas.

O teocentrismo como corrente intelectual continua vigente na atualidade, mas é uma visão que teve maior relevância em outras épocas históricas quando o conhecimento científico ainda não havia se desenvolvido e consolidado.

Polêmicas sobre o teocentrismo

Do ponto de vista do evolucionismo, todas as espécies da natureza atuam através do mecanismo da seleção natural. Desta maneira, o evolucionismo como teoria tem sido compreendido como uma corrente contrária ao teocentrismo.

Alguns cientistas consideram que a explicação sobre a origem do universo não teve a intervenção de Deus (a teoria do Big Bang não teve a participação divina).

O Humanismo foi uma corrente de pensamento que aspirava situar o ser humano como o centro de toda a realidade. Por isso, o humanismo e o teocentrismo são entendidos como teorias opostas. O humanismo surgiu no contexto histórico do renascimento e em oposição ao teocentrismo. Os humanistas defendiam uma abordagem contrária: o antropocentrismo.

O teocentrismo possui importantes significados filosóficos, já que todas as possíveis explicações da realidade têm como principal fundamento a intervenção de Deus

Assim para os defensores desta postura intelectual, a moral, a liberdade e o conhecimento dependem de Deus e, consequentemente, outras explicações são consideradas inválidas e entendidas como heresias. Entretanto, o teocentrismo pode ser apresentado em uma versão moderada e tolerante ou a partir de uma perspectiva fanática e radical.

O envolvimento do teocentrismo vai além da filosofia e da ciência, uma vez que não se pode esquecer que no teocentrismo antigo e medieval o papel de Deus esteve presente em todas as ordens (o rei era o representante de Deus na Terra e alguns acontecimentos que afetavam os humanos eram concebidos como castigos divinos).

Alguns pensadores tentaram harmonizar o teocentrismo com outras posições científicas, desta maneira, a intervenção de Deus não exclui a explicação do ser humano sob qualquer aspecto da realidade a partir de uma ótica rigorosa e científica (Deus é o criador de todo o universo, mas suas leis e princípios podem ser estudados independentes da ideia de um criador).

Imagem: 1.iStock, Prazis. 2.Fotolia, Petr Necas

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: