Tédio - Conceito, o que é, Significado

TedioTédio é uma palavra que vem do latim, mais especificamente do termo taedium e que significa aborrecimento, porém num grau muito mais elevado. Há situações que nos trazem uma sensação de cansaço ou rejeição intensa. Estas circunstâncias significam que algo está tedioso. O mesmo pode-se dizer em relação a uma pessoa que nos causa esta sensação.

Normalmente, o conceito tédio é utilizado quando algo se repete de forma exagerada ou que cria nas pessoas uma repulsa considerável por algum motivo. A monotonia e uma vida cotidiana pouco estimulante pode ser a causa de um sentimento como essas características.

O tédio existencial

Alguns filósofos e escritores, especialmente os que fazem parte da corrente existencialista, têm refletido sobre este conceito.

A crise dos valores religiosos tradicionais e a ausência de referência moral são as principais causas do tédio existencial. Trata-se de uma avaliação pessimista sobre a realidade, a vivência pessoal de que a vida precisa de sentido e de que não há nada que se pode fazer.

O tédio vem acompanhado de uma apatia vital, pois não há respostas nem estímulos que sejam satisfatórios

Por outro lado, há um componente intelectual e ao mesmo tempo existencial, ou seja, é uma maneira de valorizar a própria existência.

A ideia de tédio tem sido abordada ao longo da história. No entanto, foi no século XX, que foi tratado com mais intensidade. Devemos saber que ao longo deste período ocorreram duas guerras mundiais que deixaram profundas marcas sobre a dimensão negativa do ser humano. Esta marca tem causado consequências e alguns pensadores como Sartre enfatizaram que a vida se apresenta como algo absurdo e que não há nenhuma ideia ou crença que serve como guia ou orientação, portanto, o homem vive sem esperança. Apesar disso, o existencialismo defende que o homem pode evitar o tédio e buscar um sentido para a vida através do compromisso com o próximo.

Para alguns, não se trata de um problema pessoal, mas sim coletivo. Desta forma, o tédio invade a humanidade em seu conjunto e diante desta sensação de vazio cada indivíduo adota determinada postura (uns se enganam com falsas crenças e outros buscam a fuga da realidade).

Logicamente, o tédio existencial é rejeitado por outras correntes filosóficas ou religiosas que defendem a possibilidade de encontrar um verdadeiro sentido à vida.

Imagem: iStock - PeopleImages

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: