Tangível - Conceito, o que é, Significado

Pode-se dizer que algo é tangível quando se pode tocar ou comprovar, ainda mais quando esse algo é evidente. Em outras palavras, tangível é tudo aquilo que podemos perceber através de nossos sentidos.

A ideia de tangível se contrasta com a de intangível, ou seja, é tudo aquilo que podemos perceber com clareza já que se trata de algo irreal, por exemplo, uma ilusão ou fantasia. Vamos supor que estamos sonhando. Durante o sono parece que o mesmo é real, mas na verdade não é, pois pertence à classe do intangível.

Realidades tangíveis e intangíveis

A realidade é tangível porque a matéria é concreta e as coisas existem. A garantia disso é dada pelos sentidos que nos proporcionam provas incontestáveis de que algo concreto é tangível. Esta ideia está baseada no sentido comum e na experiência cotidiana. Entretanto, as coisas se complicam quando refletimos muito sobre esse fato. Quando observo um número exato de algo (por exemplo, de doze vasos) estou diante de algo concreto e tangível. No entanto, o conceito numérico que utilizo para pensar nos doze vasos não existe na realidade, já que o número 12 é simplesmente uma ideia que não corresponde a algo real. A matemática está formada por um conjunto de princípios intangíveis que servem para compreender os elementos tangíveis.

Muitas vezes interagimos com elementos tangíveis que não têm relação com certas realidades. Vamos pensar no dinheiro, algo mensurável, concreto e real. Serve para comprar objetos embora seu valor seja intangível (cada pessoa tem uma ideia sobre o valor do dinheiro).

No âmbito da economia existe a diferença entre o tangível e o intangível. O primeiro seriam as máquinas de uma empresa, seu capital e o estoque; já o intangível seria o conhecimento relacionado a um procedimento (o know how), a motivação dos empregados, a inovação da empresa, etc.

Patrimônio intangível

Os exemplos anteriores evidenciam que tanto o tangível como o intangível se encontram estreitamente ligados. E o principal motivo dessa união está baseado na dificuldade em diferenciar o objetivo do subjetivo, do real pelo imaginário, do concreto pelo imaterial. Nos últimos anos ficou registrado um termo que rapidamente se popularizou, o patrimônio intangível da humanidade, também conhecido como patrimônio imaterial.

Em relação à cultura, a UNESCO proclamou uma série de elementos com as seguintes denominações: rituais, atos festivos, tradições, usos sociais, etc. Isso significa que a ideia de patrimônio não deve ser entendida em relação a elementos tangíveis (uma catedral, um monumento ou um quadro), mas que o patrimônio significa tudo aquilo que possuímos de verdade.

Foto: iStock, CreativaImages

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: