Solidariedade Social - Conceito, o que é, Significado

Solidariedade-SocialA solidariedade social é a ação ou princípio moral pela qual a sociedade em conjunto tenta eliminar determinadas situações adversas que sofrem alguns dos seus membros. É comum diante de catástrofes naturais ou atos terroristas de grande magnitude.

Do ponto de vista acadêmico, a solidariedade social pode ser definida como característica dos componentes individuais de um sistema social, estabelecendo relações de interdependência e por atuar como um todo.

A solidariedade social segundo Durkheim

Quando se fala de solidariedade social é impossível não fazer referencia ao trabalho de Émile Durkheim. Este sociólogo francês se dedicou em estudar as relações sociais na sociedade industrial do século XIX, baseando-se principalmente em compreender quais fatores poderiam explicar a forma que a sociedade se organizava. Durkheim chegou à conclusão de que a solidariedade explicava a existência de uma vida em sociedade.

Seguindo essa linha de pensamento, a solidariedade social pode ser explicada da seguinte maneira. Cada indivíduo tem uma consciência pessoal que o diferencia dos demais e que reflete nas decisões tomadas durante o dia a dia habitual. Desta maneira, essa consciência individual vem marcada em boa parte pelas características próprias da personalidade de cada um.

Por outro lado, podemos situar a consciência coletiva ou comum no lugar dessa consciência individual ou pessoal. Assim, essa consciência é o reflexo da combinação das diversas consciências individuais de todas as pessoas que fazem parte de uma sociedade.

Desta maneira, a consciência coletiva tem grande influência sobre os atos de cada indivíduo através do estabelecimento de uma série de valores morais e sentimentos comuns, por exemplo, na definição do que é ser bom, honrado, desonesto, equivocado, etc.

Desde então, segundo Durkheim, a solidariedade social é fruto desta consciência coletiva, já que é responsável pelo agrupamento de indivíduos como uma entidade social.

A força desta coesão depende de diversos fatores, em grande parte do modelo de organização social seguido por cada sociedade.

Este último conceito pode ser exemplificado muito bem com a comparação de uma tribo indígena e uma sociedade amplamente industrializada. No primeiro caso, há um grande sentimento de união entre os membros da tribo, pois juntos, eles vão caçar todos os dias e as mulheres ficam em casa cuidando das crianças sem se importar quem seja a mãe. Entretanto, em uma sociedade industrializada, as relações são muito mais frias e a solidariedade social não surge como algo natural ou orgânico, mas como um elemento mecânico que deve ser acionado com algum dispositivo remoto.

Imagem: iStock, pilesasmiles

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: