Revolução Industrial - Conceito, o que é, Significado

Revolucao-IndustrialA Revolução Industrial é um processo iniciado na Grã Bretanha por volta do ano 1730, que engloba as diversas mudanças no modelo de produção e consumo de bens, transformando por completo a vida econômica do momento, passando de uma sociedade agrícola para uma sociedade industrializada e originando grandes mudanças políticas e sociais.

Durante o século XIX, estas mudanças foram estendidas a muitos países da Europa Ocidental e também da América do Norte, concluindo todo o processo entre 1820 e 1840.

Causas da Revolução Industrial

A Revolução Industrial surge como um conjunto de fatores que tem sua origem em vários campos da sociedade, mas que inter-relacionam entre si. Deste modo, entre suas principais causas, vale destacar as seguintes:

Um dos elementos fundamentais para entender a Revolução Industrial é a adoção do vapor como fonte de energia. Os avanços tecnológicos permitiram substituir a tração animal por máquinas que funcionava a base de carvão e que davam rendimentos muito mais altos, além de estabelecer uma revolução no setor de transporte com o surgimento do trem, dando maior velocidade de movimento pouco imaginado em tempos atrás.

Na área da demografia, os anos anteriores à Revolução Industrial coincidem com o crescimento da população, derivado principalmente do aumento da esperança de vida graças à incorporação das novas medidas higiênicas, sanitárias e alimentares.

O aumento demográfico surgiu de um êxodo rural que moveu a população das zonas agrícolas até as cidades, o que repercutiu com o aumento da oferta de mão de obra barata ao invés da demanda de bens básicos.

Os avanços tecnológicos permitiram que a Revolução Industrial significasse também uma Revolução Agrícola

Os rendimentos do setor primário se multiplicaram de forma progressista graças à adoção de novas técnicas de cultivo e com a substituição do alqueive pela rotação, assim como pela adoção de novos cultivos como o milho e o gado estabulado, permitindo assim a utilização de novos métodos de produção que propiciaram o surgimento dos primeiros empresários agrícolas. Este fato também refletiu de modo negativo, uma vez que essa concentração prejudicou os pequenos agricultores expulsando-os de suas terras e levando-os à cidade.

A conclusão foi que a sociedade mudou por completo. A divisão de classes inatingível até meados do século XVIII foi substituída por uma sociedade dividida em três classes (alta, média e baixa) permitindo certa mobilidade entre as mesmas, embora suas condições de vida continuem fortemente marcadas.

Imagem: iStock. BenDC

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: