Reprodução Assexuada - Conceito, o que é, Significado

A reprodução assexuada é o tipo de reprodução mais simples, portanto afeta os organismos mais simples da natureza: as bactérias, os protozoários, os protófitos, algumas plantas (algas ou fungos), celenterados ou os anelídeos.

A reprodução assexuada é sempre uma forma de multiplicação vegetativa, ou seja, a formação de um novo indivíduo a partir de um fragmento do próprio indivíduo. O ciclo biológico desta reprodução exige um único progenitor e os descendentes se apresentam geneticamente iguais ao progenitor, o que significa que não há variação genética alguma.

Tipos de reprodução assexuada

A fissão é o mecanismo mais comum da reprodução assexuada e aparece em algumas algas unicelulares ou nos protozoários. A fissão consiste em uma mitose, na qual envolve a divisão do citoplasma e a divisão do núcleo. A fissão é um processo de bipartição na qual o DNA se divide e cria duas células filhas.

A reprodução assexuada por esporas acontece nas bactérias, em algumas plantas e em um tipo de protozoário (os esporozoários). A reprodução por esporas se apresenta em algumas plantas como musgos ou samambaias. Estas plantas possuem soros ou sacos debaixo de suas folhas que são depositadas nas esporas, assim que se encontram maduras o soro se rompe e as esporas se propagam pelo efeito de vento ou da água. Desta maneira, quando as esporas se encontram em um lugar seguro para seu crescimento, as mesmas começam a desenvolver-se e nasce uma planta igual a original.

A gemação é uma reprodução assexuada que se apresenta nos corais, pólipos ou esponjas.
Esta gemação consiste em uma pequena porção pouco diferente do progenitor que se desenvolve formando uma gema, podendo transformar-se em um novo ser quando se separa.

A cisão é um tipo de reprodução assexuada na qual a reprodução do ser é realizada em duas partes ou mais. A cisão ocorre a partir do momento que há uma fragmentação ou divisão do corpo de um ser, sendo que cada parte forma um novo ser. É o que acontece com as estrelas do mar ou com os celenterados (cnidários).

Vantagens e desvantagens da reprodução assexuada

As vantagens biológicas da reprodução assexuada são três:

1) Processo extremamente simples porque participa apenas um ser e não há necessidade de dois seres como na reprodução sexual;

2) O mecanismo da reprodução é por mitose diferentemente da reprodução sexual que necessita de processos mais complexos (por exemplo, a meiose);

3) As espécies e sua sobrevivência estão garantidas pela simplicidade mencionada.

Em relação às desvantagens biológicas, podemos mencionar um “inconveniente” mais particular: o fato de não haver uma variação genética entre progenitor e descendente faz com que o ser criado deva estar bem adaptado ao seu meio natural.

Imagem: iStock. naturaltexture

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: