Conceito » Comunicação » Poema

Poema - Conceito, o que é, Significado

O poema é utilizado para contar algo, mas de maneira bem diferente de como se faz em uma novela, em uma peça de teatro ou em um ensaio qualquer. Dentro de um poema há principalmente sentimentos e emoções. Dependendo da intenção do poeta, o poema joga com as palavras para criar algo misterioso, mágico ou simbólico.

Vamos pensar na poesia clássica, imaginemos um poema épico, lírico ou dramático (são os três gêneros tradicionais). Entretanto, a poesia tem evoluído além desses gêneros e das estruturas fixas de versificação. Por este motivo, desde o surgimento das vanguardas no princípio do século XX, a poesia não tem mais uma regra de formato ou gênero. Esta liberdade criou um novo tipo de poema através do verso livre. Neste caso, o poema não tem uma estrutura fixa, ou seja, uma métrica, mas é apresentada ao leitor com plena liberdade criativa. De qualquer forma, o poema tem uma série de ingredientes e uma diversidade de planos.

Planos de um poema

Os versos de um poema têm uma ordem e uma relação interna, assim estamos diante de uma sintaxe. Ao mesmo tempo, há um léxico determinado que habitualmente se manifesta através das figuras retóricas próprias da linguagem poética (a metáfora, a personificação, a hipérbole, o paradoxo, entre outras).

Por outro lado, o poema tem um plano fonológico já que não se pode esquecer que as palavras produzem um som e ele faz parte do ritmo. Por este motivo, a música e a poesia se unem à interpretação dos cantores. A questão rítmica de um poema depende da medida dos versos, das estrofes, da métrica, da rima e da sonoridade.

As imagens se encontram presente da mesma forma nos poemas, pois o poeta tenta sugerir a visão de algo através de suas palavras.

A intenção poética

Os diferentes planos e elementos que um poeta trabalha em sua atividade criadora formam um conjunto de recursos técnicos que se transformam em um poema, podendo assim indicar a dimensão amorosa, filosófica, lúdica ou simbólica, entre outras propostas poéticas. Ao mesmo tempo, deve-se deixar claro que um poema tem que ser entendido através de uma corrente literária concreta (romantismo, modernismo, vanguardismo...). O poeta cria a partir de um movimento literário que o influencia, mas também pela sua individualidade. A subjetividade do poeta e sua visão particular é o aspecto mais característico de cada criação.

Um poema não pode ser criado com critérios estritamente racionais ou lógicos, da mesma maneira que como acontece com outros gêneros literários. De fato, a poesia tem em certas ocasiões um componente único, ou seja, tenta expressar algo que não pode ser expresso com palavras. Este aspecto estranho, enigmático e contraditório faz com que a poesia seja uma minoria no gênero.

Foto: iStock, giorgiomtb1

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: