Patrocinador - Conceito, o que é, Significado

O patrocinador é geralmente uma entidade ou indivíduo que financia alguma atividade com o fim de obter algum beneficio econômico. O termo patrocinador é aceito pelo DRAE e é um anglicismo incorporado à linguagem cotidiana.

O patrocínio é normalmente uma estratégia de marketing destinada a potencializar uma entidade. Neste sentido, é comum o patrocínio de atividades reconhecidas socialmente e com grande aceitação popular, por exemplo, os clubes, os eventos esportivos, os festivais musicais e os acontecimentos com certa dimensão social. A ideia de patrocínio é simples: que os consumidores associem uma marca a um determinado valor. A partir desta associação de ideias a entidade patrocinadora pode obter uma rentabilidade econômica, já que o patrocínio não é mais do que uma estratégia publicitária.

Um exemplo hipotético

Vamos supor que uma campanha dedicada aos planos de saúde publica uma corrida popular com milhares de participantes. Evidentemente, a corrida popular envolve uma série de ideias associadas: a participação popular, a saúde, a superação pessoal, o esforço, entre outras. Portanto, trata-se de criar um vínculo entre o evento esportivo e os valores de uma organização empresarial.

Patronos, Filantropos e Patrocinadores

O patrono é aquele com elevado poder aquisitivo que decide financiar um projeto interessante, por exemplo, uma exposição de pintura. O patrocínio faz parte da tradição histórica e já na antiguidade algumas pessoas ricas apoiavam economicamente os artistas. O patrono não pretendia obter um benefício econômico, mas sem dúvida obtia algo em troca, como um reconhecimento social.

O filantropo é aquele que possui uma grande fortuna e que parte de sua renda doa para algum tipo de causa, por exemplo, para uma pesquisa médica. O filantropo não busca também o benefício próprio, pois sua motivação obedece a um compromisso ético.

O patrocinador não age de maneira filantrópica ou desinteressada, uma vez que do que pretende na realidade é obter lucro

Apesar das diferenças entre patrono, filantropo e patrocinador, todos eles têm algo em comum: dão algo com a intenção de receber. A ideia de receber é relativa, já que o patrocinador realiza um investimento publicitário, enquanto que o patrono e o filantropo atuam de forma desinteressada. Porém, o desinteresse do patrono e do filantropo não é absoluto, uma vez que através desta sua ação generosa eles conseguem um maior prestígio e, consequentemente, recebem a gratidão da sociedade.

Imagem: iSTock. Sjoerd van der Wal

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: