Luz Alta e Luz Baixa - Conceito, o que é, Significado

Quando se fala em luz alta ou luz baixa nos deparamos com o contexto da condução de veículos na estrada. Todo veículo tem um sistema de farol que permite a visão do motorista durante a noite, ao mesmo tempo, tem a finalidade de ser visto pelos os outros motoristas.

Ao longo da história do automóvel e dos outros meios de condução terrestre, o sistema de luzes tem evoluído constantemente. Na atualidade, são desenvolvidos os faróis de halogêneo e mais recentemente as luzes de LED.

Diversos tipos de luzes de acordo com as condições

Embora o sistema de luzes apresente várias opções como farol de milha, pisca alerta, luz de freio ou de ré, há duas posições que são fundamentais para que a condução seja segura: a luz baixa e a luz alta.

As luzes baixas são obrigatórias em qualquer circunstância e independente de qual seja a visibilidade, como determina a maioria dos códigos de circulação. Entretanto, são de extrema utilidade à noite, principalmente quando há neblina ou ao entrar em um túnel. A finalidade destas luzes não é simplesmente iluminar, mas sim ser visto pelos demais. Ao mesmo tempo, facilita informação sobre as dimensões do veículo (especialmente seu comprimento). A luz baixa também é conhecida como farol baixo.

Quando utilizar cada uma destas luzes?

As luzes altas ou de estrada são usadas quando se dirige em estradas escuras e que se pretende iluminar com mais projeção. Seu uso é proibido nas áreas povoadas. Por outro lado, quando a via é de mão dupla deve ser usada com moderação, pois prejudicam a visibilidade dos motoristas que dirigem no sentido contrário (quando são ofuscados pela luz recomenda-se reduzir a velocidade). A troca da luz alta pela baixa depende da situação e da clara visão do motorista.

Manter o controle regular

Os especialistas em segurança de trânsito relacionados à condução recomendam verificar o correto funcionamento do sistema de luzes de qualquer veículo. Também é necessário alinhar corretamente os faróis (como referência, as luzes altas iluminam aproximadamente uns 100 metros de distância). Com este tipo de medida, podem evitar-se os acidentes de trânsito. Neste sentido, é aconselhado trocar as luzes a cada dois anos ou quando se percorre mais de 50.000 quilômetros.

Imagem: iStock - MiguelMalo

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: