Importação - Conceito, o que é, Significado

O termo importação precisa ser contextualizado dentro da atividade econômica, mais particularmente na área das relações comerciais. Entende-se por importação o transporte de bens e serviços que são exportados por um país e dirigidos ao consumo interno de outro país. Isso significa que a ideia de importação envolve necessariamente outro conceito, a exportação.

A balança de pagamentos

Todos os países importam e exportam produtos. Neste sentido, as operações monetárias que ocorrem entre um país e outro durante certo período são registradas na balança de pagamentos. Em outras palavras, um lado da balança inclui o dinheiro recebido por um país graças às exportações ou aos empréstimos estrangeiros (esta é a parte positiva da balança), do lado oposto e negativo da balança se encontra o dinheiro que um país gasta em benefício de um país estrangeiro, ou seja, as importações. A diferença entre os valores negativos e positivos obtém o resultado final da balança de pagamentos.

Existem três modalidades de balança de pagamentos

1) a balança por conta corrente (pagamentos de um país ao outro em troca de mercadorias, serviços ou trabalhos);

2) a balança por conta de capital (registra as ajudas procedentes do estrangeiro, assim como a compra e venda de bens não financeiros);

3) a balança por conta financeira (que faz o cálculo dos empréstimos solicitados de um país a outro).

Por que é realizada a importação e qual seu procedimento geral?

A maioria dos países precisa de produtos ou serviços além de suas fronteiras. Neste sentido, a importação está destinada em conseguir matérias-primas, maquinários, tecnologia ou qualquer produto que não exista no próprio país. Como regra geral, a importação beneficia os países com custos de produção elevada (importa-se quando é mais econômico comprar algo do exterior do que fabricado no próprio país). A parte negativa da importação tem maior destaque: a dependência de produtos de outros lugares e a redução da renda nacional do país comprador.

O processo de importação está associado a um procedimento burocrático que de maneira concisa pode ser descrito em quatro itens:

1) uma fatura comercial com todos os dados relacionados à mercadoria adquirida;

2) conhecimento detalhado do embarque de mercadorias no tráfego marítimo ou através de via área;

3) certificação oficial relacionada ao peso e ao volume do meio de transporte empregado;

4) documentação associada aos trâmites aduaneiros e as restrições legais de cada país.

Imagem: iStock, Prasit Rodphan

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: