Conceito » História » Exclusão Social

Exclusão Social - Conceito, o que é, Significado

Exclusao-SocialToda vez que uma pessoa ou um grupo qualquer se encontram em uma situação desfavorável em relação aos demais, cria-se o fenômeno da exclusão social. Excluir alguém significa sua não aceitação por algum motivo.

A exclusão social de um grupo leva à falta de participação no conjunto de atividades próprias de uma sociedade.

Uma perspectiva histórica

A ideia de exclusão tem mudado ao longo da história. Na verdade, em outras épocas, eram excluídas as mulheres acusadas de bruxaria, os hereges, algumas tribos indígenas e pessoas com algum tipo de incapacidade.

Atualmente, na maioria dos países, os homossexuais não são mais perseguidos por sua opção sexual, mas não faz muito tempo que este grupo de pessoas era marginalizado e sofria com todo tipo de vexação e deboche. Inclusive, hoje em dia, existem países na qual a homossexualidade está associada à exclusão.

A raça cigana surgiu na Índia e se expandiu para a Europa a partir do século XIV. Este é um claro exemplo histórico de estigmatização de uma minoria étnica.

Categoricamente podemos afirmar que o grupo de mulheres tem sido protagonista da exclusão social. Durante séculos, o papel da mulher era limitado e baseava-se apenas na função de mãe ou esposa, assim como sua participação na sociedade era algo excepcional.

Grupos em risco de exclusão social

As pessoas deficientes (que possuem algum tipo de incapacidade) nem sempre podem fazer parte de uma vida normal, pois sentem dificuldade em encontrar trabalho, viajar e participar de atividades lúdicas ou culturais.

As mulheres vítimas de violência doméstica vivem em circunstâncias pessoais de evidente exclusão social. A violência sofrida traz consequências para sua vida particular, profissional e em todas as áreas de sua vida.

Da mesma maneira, existem alguns imigrantes que apresentam um tipo de perfil que os coloca em posição de desigualdade em relação ao resto da população (na maioria das vezes não têm os mesmos direitos e as mesmas oportunidades).

Certos grupos vivem em uma situação ambígua, pois se encontram parcialmente integrados à sociedade, como mostra o caso das mulheres que se dedicam à prostituição ou de algumas minorias étnicas.

Situações de exclusão social que podem se tornar crônicas

Deve-se diferenciar o conceito risco de exclusão com o de exclusão crônica. No primeiro caso, trata-se de uma situação que pode ser temporária ou circunstancial (por exemplo, uma mulher vítima de violência doméstica pode superar essa situação pessoal e solucionar o seu problema). Em certas ocasiões, a exclusão social pode se tornar crônica e transformar-se em um problema de difícil solução, como mostram os casos das crianças de rua, dos moradores de rua e das vítimas de escravidão sexual.

Imagem: iStock. Cylonphoto

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: