Conceito » Saúde » Dislexia

Dislexia - Conceito, o que é, Significado

A dislexia é a leitura incorreta de um texto provocada por uma anomalia na aprendizagem, embora isso não signifique falta de índole intelectual. A pessoa que sofre de dislexia apresenta uma série de erros na hora de interpretar corretamente as palavras e o seu significado. Esta circunstância faz com que o processo de aprendizagem seja mais difícil durante o período escolar.

Os especialistas apontam vários fatores que podem dar origem à dislexia, podendo ser problemas hereditários, fonéticos ou cerebrais

Atualmente, a tese defendida é que seja uma deficiência cerebral em relação à dimensão linguística do cérebro. Estima-se que a população disléxica está entre 5 a 10% do total da população e se trata de um problema educativo, especialmente porque seu diagnóstico precoce é determinante na hora de realizar um tratamento adequado. Segundo os especialistas, esta patologia, na maioria dos casos, pode ser corrigida desde que a criança tenha menos de 10 anos, mas também existem adultos com dislexia.

As crianças com dislexia podem ser brilhantes em outras áreas intelectuais ou criativas

Esse fato chama a atenção, pois alguns alunos têm uma clara capacidade matemática ou espacial, mas na hora de ler apresentam algumas dificuldades significativas. Esta oposição faz com que seu desenvolvimento intelectual seja desigual e, em certas ocasiões, seja considerado um mau aluno ou ocioso. Esta particularidade da dislexia provoca uma má adaptação ao ambiente escolar e inclusive rejeição por parte do aluno disléxico.

O fato de afetar a compreensão de leitura também influência na ortografia, pois ambos os aspectos apresentam diversas confusões, tais como repetições, omissões de palavras, entre outras irregularidades.

Em certas ocasiões, a dislexia aparece associada a outras patologias como o TDAH (Transtorno por Déficit de Atenção com Hiperatividade), embora com índices pouco significativos. Ao mesmo tempo, as crianças disléxicas costumam apresentar uma série de padrões de comportamento atípicos, por exemplo, crianças que apresentam baixa autoestima, muito calados ou ativos, com tendência à bagunça e à impulsividade.

Tradicionalmente este desajuste tem sido confundido com outras desordens ou síndromes, até o ponto de que os disléxicos fossem considerados indivíduos com algum atraso intelectual.

Esta avaliação tem mudado de forma significativa, por outro lado, o fato de algumas celebridades terem revelado a dislexia, a visão social dessa patologia também tem mudado. A lista de personagens históricos com estas características chama a atenção: Newton, Einstein, Leonardo da Vinci, Bill Gates e Picasso.

Imagem: iStock. rez-art

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: