Deus - Conceito, o que é, Significado

DeusA ideia de Deus é estudada pela teologia. Entretanto, é um conceito que faz parte das crenças religiosas, assim como da cultura humana em geral.

As religiões que mantêm a crença em um Deus único, criador de tudo e onipotente são do tipo monoteístas. O Cristianismo, o Judaísmo e o Islã apresentam elementos doutrinais diferentes, mas com a mesma ideia de que Deus é um só. Já as religiões que defendem a existência de vários deuses são politeístas como os gregos, romanos e egípcios do mundo antigo que associavam a ideia de Deus às forças da natureza. No Hinduísmo, as forças naturais expressam várias divindades que interferem na vida e, assim, acreditam numa crença politeísta.

Do ponto de vista filosófico, existem abordagens que também defendem a existência de um único Deus. Trata-se de um tipo de argumentação que não se baseia na fé, mas que se fundamenta na razão. Há dois exemplos deste tipo de raciocínio: o argumento ontológico, que defende a ideia da existência de Deus; e o panteísmo, que defende a tese de que a Natureza, o Universo e Deus são o mesmo conceito.

Em termos gerais, a ciência não se pronuncia em relação a uma divindade, uma vez que os fenômenos naturais são explicáveis a partir da regularidade das leis que descrevem o mundo que nos rodeia. Isto não significa que um cientista não possa ser uma pessoa crente, pois é compatível o exercício da ciência e ter fé em um ser supremo.

O que é evidente é o componente polêmico e controverso em relação à noção de Deus. Normalmente quem defende sua existência tem uma explicação do mundo e do modo de vida dos seres humanos. Para os crentes, Deus é algo mais que um criador, é a referência intelectual e moral para toda a humanidade. As pessoas que não acreditam em um ser superior são ateus, que etimologicamente significa sem Deus. Também há quem não desminta sua existência, mas que também não afirmam, são estes os agnósticos.

Concluindo, Deus pode ser entendido como um ser superior único (assim consideram os crentes por ter fé nos livros sagrados) ou como um conceito racional, onde para uns tem sentido e para outros consideram uma ideia sem fundamento empírico.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: