Cronos - Conceito, o que é, Significado

Na mitologia grega Cronos ou Crono era o mais jovem dos primeiros titãs. Descendia de Geia, Deusa da Terra, e de Urano, Deus do Céu. Urano enviou seus outros filhos, os ciclopes e os hecatônquiros, ao submundo, pois tinha vergonha da aparência horrível de cada.

No entanto, Geia os amava e incitou seus filhos titãs para enfrentar seu pai e resgatar os outros filhos abandonados. Cronos foi o único titã que assumiu o desafio, assim que castrou seu pai com uma foice e jogou seus testículos no mar.

Cronos prendeu Urano no Tártaro junto com os ciclopes e hecatônquiros, deixando todos sob a guarda de um monstro marinho, a bela carcereira Campe.

Casou com sua irmã Reia e ambos subiram ao trono dos Deuses

Iniciou-se o período da Era Dourada, pois nessa época as pessoas viviam em paz e sempre faziam o certo sem precisar de leis ou sanções.

Cronos e Reia tiveram vários filhos, sendo que todos foram engolidos por Cronos no momento do nascimento, pois acreditava que poderia ser morto por alguns deles, assim como fez com seu pai.

Quando Zeus estava prestes a nascer, Reia pensou em um plano para salvar seu filho da crueldade. Reia se escondeu na ilha de Creta e secretamente teve seu filho Zeus, que foi criado por uma ninfa. Para enganar Cronos, Reia lhe deu uma pedra embrulhada de fraldas e desta maneira Zeus pôde ser salvo da morte segura.

A vingança de Zeus

O Deus Zeus permaneceu escondido em uma caverna e quando ficou mais velho quis vingar-se do seu pai. Para isso usou um veneno que sua avó Geia lhe havia dado e obrigou Cronos a beber. Do estômago de Cronos saíram todos os filhos que havia devorado e a partir desse momento Zeus começou uma dura batalha para acabar com a vida de Cronos.

É a divindade que favorece as colheitas

Para os atenienses e tebanos do período clássico, a história da Era Dourada esteve associada às boas colheitas de outras épocas, por este motivo, celebraram mensalmente uma festa conhecida como Cronia. Devido a isso o titã Cronos entrou para a história como o protetor da agricultura.

Interpretações do mito Cronos

Para alguns, o caráter mitológico de Cronos é o símbolo da crueldade na alma humana. De outra perspectiva, a atuação de Cronos devorando seus filhos nos lembra do medo de algumas pessoas poderosas que, em certas ocasiões, estão dispostas a qualquer atrocidade para preservar seu poder.

Na interpretação da psicanálise, afirma-se que o relato de Cronos manifesta o medo inconsciente dos pais em relação aos seus filhos.

Imagem: Fotolia. patrimonio

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: