Conceito » Ciência » Criminalística

Criminalística - Conceito, o que é, Significado

CriminalisticaA criminalística é uma disciplina que faz uso de diferentes tipos de recursos, métodos e técnicas de investigação. Estudo tudo aquilo que está relacionado aos possíveis delitos de diferente natureza, tratando de dar resposta à sucessão de fatos assim como sua autoria.

Assim, a criminalística limita sua investigação ao fato acontecido, seguindo uma série de passos que devem dar uma resposta lógica para uma pergunta específica.

Criminalística de campo

A criminalística pode ser diferenciada entre diversos ramos, sendo uma das mais importantes a criminalística de campo. Esta é a responsável de realizar a pesquisa dentro do seu próprio campo.

Os criminalistas de campo devem investigar o local do crime ou então o lugar onde se encontram os indícios relacionados ao mesmo. Trata-se, portanto, de uma intervenção ao pé da letra para conhecer detalhadamente tudo o que se passou.

A criminalística de campo é aquela que possibilita a maior fonte de informações e que se pode obter a partir dos indícios encontrados. No entanto, curiosamente, não há um procedimento padrão para recolher dados do local. Existem diversos métodos que os criminalistas usam dependendo das características do local e de cada caso, por exemplo, a proteção dos fatos, a coleta de indícios ou a fixação do local.

Entre seus diversos objetivos, este ramo da criminalística é responsável por preservar o local dos fatos de forma adequada, realizar uma observação minuciosa do espaço e fornecer ao laboratório as evidências encontradas para um estudo mais detalhado do caso.

Criminalista de laboratório

Existe outro grande ramo da ciência criminalística que realiza seu trabalho dentro das paredes de um laboratório. É a criminalística de laboratório que usa instrumentos científicos para o estudo dos indícios, seja para sua quantificação como para sua identificação.

Opera na parte final da investigação e permite passar das previsões para as precisões, confirmando a natureza dos indícios, estabelecendo a forma exata dos fatos e as consequências físicas do seu desenvolvimento. Esta parte do processo é chave para delimitar a inocência ou a culpa do sujeito envolvido e assim tirar as devidas conclusões.

Imagem: iStock. PJPhoto69

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: