Conceito » Psicologia » Autocastigo

Autocastigo - Conceito, o que é, Significado

O castigo é uma forma de penalizar alguém por alguma razão. Existem muitas formas: uma sensação, uma multa, uma tarefa ingrata para compensar um mau comportamento ou algo como torturar a outra pessoa.

Há outras variantes de castigo, como aquelas que realizamos contra nós mesmos e também conhecidas como autocastigo. Do ponto de vista racional é estranha a ideia de fazermos algum mal, mas sabemos que a mente humana possui mecanismos complexos do tipo inconsciente e que há uma explicação para compreender porque nos autocastigamos.

O autocastigo tem várias modalidades e cada uma delas possui suas próprias características. A seguir vamos apresentar três versões sobre este conceito: o autocastigo psicológico, religioso e sexual

Quando alguém se sente culpado por algum motivo é provável ter reações que impulsionam um castigo um pouco severo (por exemplo, assumir muitas responsabilidades para compensar o sentimento de culpa). O autocastigo psicológico tem um componente inconsciente que não é fácil admitir e dar uma explicação convincente. Provavelmente, pode haver uma relação com a consciência interior, que de certa forma dialoga consigo mesmo e nos repreende em caso de algum desvio. Em termos psicoanalíticos o “eu” envolve a autoavalição e, portanto, a consequente reprovação.

Questões religiosas têm um grande sentido de dever e estabelecem certos padrões de como se deve agir

Cumprir as expectativas de maneira rigorosa e com facilidade pode fazer com que o ser humano desvie do seu objetivo. Assim, se uma pessoa de fortes crenças religiosas descumprir um preceito moral, pode se autocastigar, censurando ou reprimindo uma conduta inapropriada. Um exemplo disso seria a flagelação, trata-se de um castigo corporal bastante intenso que se encontra associado a certas práticas religiosas.

Na área da sexualidade, a tendência majoritária é a busca pelo prazer

Entretanto, a ideia de prazer tem uma face oculta: o masoquismo. Consiste em obter prazer sexual através da dor física. Quem tem esta tendência busca o autocastigo porque a proposta de sentir dor é desejada.

Alguns especialistas consideram que as várias modalidades de autocastigo tem algo em comum: o sentimento de culpa.

Imagem: iStock - PeopleImages

Relacionados:

  1. Cognitivo
  2. Energúmeno
  3. Dolo (Direito Penal)
  4. Autoconhecimento
  5. Anátema
  6. Opressão
  7. Viés Cognitivo
  8. Pressentimento
  9. Mobbing
  10. Teimoso