Recursos Materiais - Conceito, o que é, Significado

Recursos-MateriaisO termo recursos materiais se refere aos recursos econômicos de natureza tangível. Desta maneira, se opõem aos recursos intelectuais ou intangíveis, aqueles que são impossíveis de captar com os sentidos. Os recursos materiais são meios que tornam possível a concretização de diferentes tipos de objetivos e dos mais variados. Um claro exemplo pode ser encontrado nos materiais de utilização industrial, tais como o ferro, o cobre, o bronze, etc. Neste caso, os bens materiais funcionam como um insumo, isto é, um elemento que através dele, pode construir outros bens para comercializar.

Na área dos materiais foram desenvolvidas especializações que tentam identificar os benefícios que os mais variados materiais podem proporcionar. Isto significa identificar os problemas existentes na sociedade e dar soluções através desses materiais. Assim, por exemplo, alguns materiais servem como condutores de eletricidade e podem ser utilizados para o transporte, já outros são mais maleáveis, como também podem oferecer maior resistência, etc. Todas estas possibilidades podem ser combinadas de forma criativa para elaborar produtos e melhorar os já existentes. Neste sentido, o desenvolvimento tecnológico se baseia em grande parte nestes aspectos.

No entanto, vale destacar que o conceito de recurso material é muito mais extenso e abrange um grande número de elementos. Assim, os bens destinados à comercialização também podem ser classificados como recursos materiais. Da mesma forma que o dinheiro exige uma identificação física. Então, o importante a ser considerado quando se fala de recursos é que eles tenham algum valor de utilização, de alguma possibilidade de integração aos diversos processos produtivos, fato que é extensível a quase todas as variantes de materiais.

Durante muito tempo, os recursos materiais foram quase a quintessência da riqueza. É por isso que se referem à abundância de material como sinônimo de riqueza. Foi sem dúvida preconceito do próprio passado, em particular no século XIX, por onde o eixo da produção e dos bens oferecidos no mercado radicava na existência física. No entanto, hoje em dia se cobra cada vez mais importância dos bens intangíveis. Assim, o conhecimento, a capacidade de inovar e os diversos processos que cada empresa desenvolve são de grande relevância na criação do valor. É sem dúvidas uma importante mudança de paradigma.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: