Orfanato - Conceito, o que é, Significado

O termo orfanato se refere a uma instituição orientada a velar pelas crianças menos favorecidas. Este termo provém do grego orphanos que literalmente significa privado de pais. Neste sentido, esta instituição dá abrigo e cuida especialmente das crianças órfãos, assim como daquelas que perderam seus pais por custódia legal ou por algum outro motivo.

Em alguns casos, os orfanatos ficam na espera de uma possível adoção por parte de alguma família. De qualquer forma, quando os menores atingem a maioridade podem sair da instituição que residem no momento.

Como regra geral, os orfanatos costumam ser entidades públicas mesmo que alguns casos possa haver a participação de entidades privadas ou de instituições religiosas.

Uma aproximação à situação das crianças órfãs

A situação de orfandade estabelece um handicap para qualquer menor. Deve-se destacar que a figura paterna e materna e o ambiente familiar são elementos essenciais para o crescimento pessoal e para a educação de qualquer criança.

As causas que originam esta situação são de diversas naturezas: abandono dos pais, situações de pobreza extrema, rupturas familiares, conflitos armados, doenças, etc.

A estadia em um orfanato pode ser provisória ou ter um tempo prolongado. Se a criança órfã tem pai e mãe, procura-se que a ela e seus progenitores mantenham contato. Se a criança é abandonada pelos pais, costuma-se falar de criança adotiva. De qualquer forma, a atenção aos menores destas residências está orientada para seu cuidado integral, o que significa que estes centros acolhem as crianças assim como tentam oferecer todo tipo de serviço e cuidado (educação, assistência médica, ambiente familiar, etc.).

As crianças órfãs na ficção

O termo orfanato tem algumas conotações negativas. Na verdade, para que uma criança termine num orfanato é preciso que haja alguma situação infeliz. Entretanto, a má imagem dos orfanatos é observada nos livros e no cinema. São muitas as histórias que focam a vida das crianças nestas instituições.

No romance "Jane Eyre", de Charlotte Brontë, a protagonista vive um período de sua infância em um triste centro para órfãos. A história do romance "Oliver Twist" de Charles Dickens também conta com o ambiente sórdido e desumano dos orfanatos. Por outro lado, a literatura universal e a própria história em si tratam da questão de abandono, eventualmente o protagonista se torna um herói como nos personagens Moisés, Hércules, Rômulo e Remo.

Imagem: Fotolia. Halfpoint

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: