Neuropsicologia - Conceito, o que é, Significado

NeuropsicologiaO neurologista estuda as estruturas cerebrais e o psicólogo analisa o comportamento humano com o fim de avaliar sua conduta e assim estabelecer uma estratégia terapêutica. Ambas as áreas são totalmente compatíveis e, de fato, se unem em uma nova área do conhecimento: a neuropsicologia.

A neuropsicologia estuda as relações existentes entre o cérebro e o comportamento humano, assim como suas funções mentais, tais como a atenção, a linguagem, a memória, a capacidade de planejar ou fazer cálculos, entre outras. Este tipo de relação entre a biologia do cérebro humano e suas condutas ou funções mentais são estabelecidas em indivíduos saudáveis ou naqueles que apresentam alguma patologia.

O dano cerebral e as funções cognitivas

As principais causas de danos cerebrais nas pessoas são as seguintes: acidentes cerebrais ou acidente vascular cerebral, golpes ou traumatismos crânios-encefálicos, alguns tumores, infecções no cérebro ou falta de oxigênio no cérebro. Todos esses danos causados no cérebro trazem consequências à conduta dependendo de fatores diversos: a área do cérebro afetada, a idade do indivíduo e o tempo entre o acidente e a intervenção hospitalar.

A origem da neuropsicologia como ciência

Na pré-história, alguns humanos comiam o cérebro de outros porque acreditavam que assim poderiam se alimentar da inteligência dos demais. Esta ideia primitiva avançou significativamente com as contribuições de Hipócrates, no século IV a.C., que afirmava que o cérebro era a sede da inteligência humana.

A partir do século XIX, alguns pesquisadores obervaram algumas estruturas cerebrais danificadas e sua limitação intelectual. Estas pesquisas permitiram estabelecer a relação entre o lóbulo frontal do hemisfério esquerdo e a capacidade de falar. O vínculo entre a linguagem e a anatomia cerebral foi um dos primeiros passos da neuropsicologia entendida até hoje.

O caso de Phineas Gage e a neuropsicologia

Em 1848, o norte-americano trabalhador da construção civil, chamado Phineas Gage, sofreu um acidente na qual uma barra de metal atravessou seu crânio. Apesar disso ele não morreu e foi totalmente consciente ao médico.

O acidente teve consequências imediatas, especialmente febre e delírios durante alguns dias. Entretanto, quando ele se recuperou do acidente acorreu algo inesperado: passou de ser um indivíduo bondoso e amigável para transformar-se em impulsivo e volúvel. Esta mudança brusca de personalidade fez com que ele se transformasse em uma pessoa totalmente diferente. Apesar disso, graças a seu acidente e as sequelas produzidas, a neuropsicologia como disciplina científica passou a consolidar-se.

Imagens: iStock. KeithBishop / Sheryl Griffin

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: