Música Clássica - Conceito, o que é, Significado

Musica-ClassicaA beleza se manifesta com plenitude através da arte. Há uma classificação tradicional das belas artes: a arquitetura, a pintura, a escultura, a música, a literatura, a dança e o cinema. Cada uma dessas sete tem sua própria forma de expressão, história e sentido de estética.

A música é uma expressão do belo através dos sons. Possui uma dimensão universal, além de inúmeras correntes e estilos.

A ideia do clássico possui um significado diferente nas artes. A música clássica é uma corrente desenvolvida aproximadamente entre 1750 e 1820, mais particularmente, na Europa.

A música é considerada culta, própria de um ambiente formal, refinado e de elite. A atmosfera do local realizado é de grande solenidade e o público mantém uma atitude de respeito em todo momento, permanecendo em silêncio por causa da emoção obtida.

Normalmente a música clássica está associada às grandes orquestras com uma variedade de instrumentos: percussão, corda e vento. Os músicos das orquestras são dirigidos por um maestro que, com sua batuta, desenham o ar ao compasso da música interpretada.

Além das orquestras, a música clássica é expressa em concertos e sinfonias. No concerto existe a figura do solista que acompanha uma orquestra mais reduzida. Já as sinfonias combinam um coro de vozes e instrumentos.

A ópera é uma interpretação dramática característica da música clássica. As vozes dos cantares são de vários tipos: baixo, barítono, tenor, contralto, meio-soprano e soprano. Suas vozes interagem com uma orquestra oferecendo ao espectador uma síntese entre o teatro e a música.

A música clássica se contrasta à popular e possui sempre um ar de cortesia, próprio das monarquias da época. Em geral tem mais importância o elemento instrumental do que o vocal. A forma musical mais difundida é a sonata, suas melodias são simétricas e se opõem ao estilo barroco anterior e seu ritmo se destaca por sua clareza e estabilidade. A ideia do classicismo é a pureza e a perfeição. Este conceito rompeu com o movimento anterior (o barroco) e se transformou na corrente posterior (o romantismo).

Se tivesse que fazer uma breve lista dos compositores clássicos, destacaria os seguintes: Mozart, Beethoven, Verdi, Wagner, Bach, Vivaldi, Chopin e Strauss.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: