Manjedoura - Conceito, o que é, Significado

A palavra manjedoura possui três significados diferentes, mas todos eles estão relacionados. Por um lado, é o recipiente usado pelos fazendeiros para alimentar o gado doméstico. Ao mesmo tempo e o mais utilizado, é o local desse recipiente, neste sentido passa a ser sinônimo de estábulo. Por último, trata-se de um termo com um significado único, já que Jesus Cristo nasceu em uma manjedoura.

As manjedouras e a atividade pecuária

Durante milhares de anos, o ser humano sobreviveu graças à caça, à pesca e ao cultivo. Aproximadamente há 10.000 anos os humanos criaram a agricultura e a pecuária e, desta maneira, puderam abandonar o nomadismo e permanecer num território. A pecuária é baseada na criação de animais com o objetivo de domesticá-los e, posteriormente, consumir produtos como a carne e o leite. Para que os animais domésticos fossem produtivos era necessário alimentá-los e a manjedoura se transformou em um lugar destinado a alimentação do gado. Obviamente, além do alimento, eles tinham um local para poder beber água e por isso foram criados seus bebedouros.

A manjedoura tem evoluído ao longo da história. Atualmente estes comedores são metálicos, de forma circular e feitos com materiais reciclados, porém, antigamente, eram feitos de pedra, madeira ou barro cozido.

O fato de a manjedoura estar normalmente em um estábulo provoca certa confusão, pois ambos os termos são usados em algumas ocasiões como sinônimos, como acontece em relação ao lugar do nascimento de Jesus (para indicar este local, podemos citar tanto um termo ou outro, ambos são válidos).

A manjedoura na tradição cristã

Segundo o evangélio de Lucas, Jesus de Nazaré nasceu em uma manjedoura porque a Virgem Maria e José não tinham outro lugar para se hospedar. Esta passagem bíblica indica que a palavra manjedoura deve ser entendida como um estábulo.

A tradição da manjedoura como representação do lugar em que nasceu Jesus começou no século XIII e seu criador foi São Francisco de Assis. Este religioso estava fraco e doente e queria celebrar o Natal de um modo especial.

Inspirado na Bíblia pensou que dentro de uma caverna poderia recriar o nascimento de Jesus de forma real, isto é, em uma manjedoura viva. Desta maneira, São Francisco de Assis preparou a cena do nascimento de Jesus com personagens que representavam Maria, José, pastores acompanhados de bois e, logicamente, um recém-nascido que fazia o papel de Jesus. Com esta recriação, teve início uma tradição que se mantém viva até os dias de hoje, os presépios.

Imagem: Fotolia - Gina Sanders

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: