Língua Espanhola - Conceito, o que é, Significado

A língua espanhola é conhecida como o idioma originário da região de Castilla, este que é falado principalmente na Espanha e em toda América Latina. Atualmente, é a segunda língua mais falada do mundo, assim como se estima que entre os nativos e aqueles que a aprenderam como segunda língua se encontra aproximadamente entre 470 milhões de pessoas.

A língua espanhola e suas variações regionais

A língua espanhola apresenta muitas variações devido ao seu uso em uma grande extensão geográfica. Inclusive, dentro da própria Península Ibérica estão registradas diferentes variações regionais, no entanto, é na América Latina que podemos encontrar diferenças substanciais tanto fonéticas como semânticas.

Por exemplo, é característico da região do Rio de la Plata (situada entre Argentina e Uruguai) que as letras “ll” e “y” sejam pronunciadas como sh; já no Chile a combinação das letras “tr” são pronunciadas como uma consoante africada áfona; e em em Cuba a consoante posterior à letra “r” ou “l” pode ser traduzida como “cobbata” ao invés de “corbata”.

Enquanto a maior parte dos países hispano-americanos utiliza o fonema “s” para pronunciar a letra “c” ou “z” (conhecido como seseo), o uso de outros fonemas correspondentes a letra “s” são utilizados no território espanhol, mas não em todas as regiões.

Outra variação característica de uma região é a que se usa na Colômbia com a palavra “ustedes”, a mesma funciona como segunda pessoa do plural de maneira informal.

Este tipo de variação regional que acontece em relação às características particulares de cada país ocorre na prática em toda a América Latina, devendo levar-se em conta que alguns termos são próprios e exclusivos de determinadas zonas.

Entretanto, isso não impede que na maioria das vezes, a comunicação entre os falantes destes países de língua hispânica seja eficiente, já que estas variações regionais de vocabulário acontecem em determinados lugares.

Academias da língua espanhola

A regularização da língua espanhola ocorreu por meio de um órgão chamado Real Academia Espanhola, em colaboração a outras 21 academias pertencentes aos países de fala hispânica. Estas academias são responsáveis por elaborar o dicionário e a gramática deste idioma, assim como trabalham de maneira permanente no estudo de novos termos que podem ser incorporados ao uso da linguagem, como também através da eliminação daqueles que se encontram em desuso ou obsoletos.

Imagem: iStock. Dmitrii Kotin

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: