Ironia - Conceito, o que é, Significado

IroniaA ironia está presente em toda mensagem que tem um conteúdo ou tom de brincadeira. A partir dessa definição é possível percorrer pelos diferentes sentidos e usos da palavra ironia.

Ironia e humor

Um humorista tem o propósito de divertir ou entreter o espectador, por isso, ele conta piadas e histórias engraçadas, no entanto, precisa de algum tipo de ferramenta de linguagem e essa é a ironia.

Do ponto de vista literário existem as figuras retóricas, sendo a ironia uma das mais utilizadas dentro dos diferentes gêneros literários. A ideia fundamental do uso da ironia como recurso está baseada em dizer algo com duplo sentido, em outras palavras, é um jogo de linguagem que não coincide em dizer aquilo que realmente pensa.

A ironia como arma

Podemos afirmar que a ironia é uma estratégia de comunicação. Com ela podemos enganar alguém, fazer uma sátira social ou política, fazer uma piada a um amigo ou rir de nós mesmos.

Com frequência dizemos que uma é irônica no sentido de que usa a ironia em suas relações sociais. Esta estratégia ou característica da personalidade é expressa através da ironia, do sarcasmo, da brincadeira e de outras formas de expressar o duplo sentido das palavras.

Ironia do destino

A expressão “ironia do destino” é bastante comum na linguagem cotidiana. Trata-se de uma ideia curiosa, pois quer dizer que o destino ou a vida de uma pessoa pode ser enganada por alguém ou por fazer uma piada cruel. Vamos imaginar que um indivíduo é racista e consequentemente expressa seu desprezo por uma pessoa de outra raça. Neste caso, seria uma ironia do destino o filho dessa pessoa casar-se com uma mulher de outra cor, pois dá a impressão de que uma força superior castigou seu comportamento.

Ironia socrática

Sócrates é um pensador grego do século V a.C. e é conhecido por ser o mestre de Platão e o iniciador da filosofia ocidental. Sua atividade como filosofo era debater com os vizinhos e para isso recorria à ironia como método. A ironia socrática consiste em perguntar a um interlocutor para que o transcorrer da conversa perceba suas próprias contradições. Desta maneira, Sócrates começa a dialogar partindo de perguntas aparentemente simples e as respostas do seu interlocutor são manifestadas através da inconsistência de suas ideias.

Foto: iStock, RomoloTavani

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: