Iracúndia - Conceito, o que é, Significado

A iracúndia é a inclinação a uma intensa raiva. Este comportamento é considerado um defeito, assim como uma atitude desproporcional.

A iracúndia se manifesta através de uma reação física intensa que pode resultar em violência

Quem age desta maneira está impulsionada por um sentimento, a ira. Segundo a tradição cristã, este é um dos sete pecados capitais junto com a soberba, a avareza, a gula, a luxuria, a inveja e a preguiça. Cada uma delas é considerada um vício, uma tendência do ser humano que deve tentar ser evitada. Cada vício corresponde a uma virtude oposta. O contrário da ira seria a paciência ou o sossego. Deve-se ressaltar que a ira expressa a impaciência e, portanto, se contrasta com uma atitude mais serena.

Os especialistas em comportamento humano explicam a iracúndia como um mecanismo de ataque ou defesa que não é controlado, portanto ocorre em forma de um estalo. Acredita-se que o estresse tem relação direta com as respostas agressivas desta conduta.

Além da reação física extrema através de gritos, movimentos intensos e aumento da pulsação, a iracúndia é vista como o sintoma de algum problema mais profundo e inclusive de uma possível doença mental se apresentada com normalidade.

Quando manifestada de forma isolada, costuma-se dizer que houve um “ataque de ira”

Em termos legais é chamada de alucinação mental transitória. De qualquer forma, esta reação causa uma rejeição generalizada, pois é um exemplo de má educação ou de propensão antissocial.

A iracúndia vem acompanhada de uma série de sentimentos na qual todos eles são indesejáveis: o rancor, a vingança, o desprezo e a antipatia. Entretanto, em algumas circunstâncias excepcionais pode haver um motivo que justifique uma reação irracional, por exemplo, uma resposta diante de uma situação de perigo. Não devemos esquecer que a Bíblia faz uma referência à irritação de Deus, quando os homens se desviam do caminho correto e temem o poder de sua reação, também conhecida como “a ira de Deus”.

Para enfrentar ou corrigir esta tendência existem tratamentos ou terapias psicológicas

Todas elas propõem estratégias para controlar a iracúndia, de forma que o indivíduo que sente este impulso sabe agir assim que aparecem os primeiros sinais de alarme. Os mecanismos de autodomínio são imprescindíveis, já que a ira é vista como um componente violento e em certas ocasiões traz consequências trágicas.

Na linguagem cotidiana é comum dizer que a pessoa iracunda é malcriada ou então rebelde.

Imagem: iStock. freemixer

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: