Harpia - Conceito, o que é, Significado

As lendas gregas da antiguidade estão muito presentes na linguagem atual e na cultura em geral. O termo harpia é um bom exemplo disso, pois antigamente as harpias eram seres estranhos com asas relacionados à figura da mulher, já na linguagem corrente a harpia se refere a uma mulher perversa que atua com alguma intenção maliciosa. Na verdade, a harpia é uma das maiores aves do mundo: o gavião-real.

As harpias nos relatos mitológicos gregos

As harpias eram filhas de Netuno e foram enviadas por este para castigar Fineu, rei de Bitinia, que havia mandado retirar os olhos dos seus próprios filhos por acreditar que seria traído por eles, da mesma maneira que fez com sua segunda esposa, uma mulher perversa chamada Idea. Assim, para castigar o comportamento injusto de Fineu, as harpias se apresentaram com um aspecto horrível, pois tinham o rosto de uma mulher mais velha e o corpo de um urubu.

O surgimento das harpias na vida de Fineu era insuportável, já que se dedicavam em corromper todos os alimentos que havia ao seu redor. Os cunhados de Fineu tiveram compaixão dele e conseguiram que as harpias regressassem a seu habitat natural, as ilhas Estrófades.

Há diversas interpretações em relação à origem das harpias

Alguns acreditam que estes seres mitológicos se referem realmente a uma revoada de lagostas que devastaram os campos de cultivo de algumas ilhas gregas. Outras interpretações sugerem que as harpias eram seres imaginários criados pela fantasia dos corsários, atribuindo-lhes poderes perversos.

De qualquer forma, as harpias nos fazem recordar outro ser misterioso, as sereias. Enquanto as harpias têm um aspecto sinistro que provoca medo e destruição, as sereias se caracterizam por sua beleza e por sua forma sedutora de cantar. Apesar do seu aspecto diferente, as harpias e as sereias simbolizam os perigos associados às mulheres.

Outros seres mitológicos presentes na cultura atual

A referência às harpias nos faz lembrar que na linguagem cotidiana são muitas as referências à mitologia grega. Na verdade, quando estamos inspirados falamos de musas, nosso ponto fraco é o calcanhar de Aquiles e Cupido continua ligado aos assuntos amorosos.

Um insulto com as mulheres

Na tradição cultural machista há muitos termos que desqualificam a mulher. Se um homem diz que uma mulher é uma harpia significa que ela é maldosa e age de maneira ardilosa. Harpia equivale a classificações como bruxa ou fera.

Imagem: Fotolia. glite

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: