Granuloma - Conceito, o que é, Significado

GranulomaA granuloma é um tipo de inflamação em um tecido do nosso organismo. Esta inflamação ocorre devido à reação de algumas células imunológicas que tentam proteger ou anular o nosso corpo de algum problema, como mostra as infecções. Desta forma, age como um mecanismo de defesa do corpo humano avisando sobre a presença de um microrganismo.

Na linguagem popular, o granuloma é conhecido com outro nome: tumor ou cisto. Eles aparecem isolados ou em forma de placas. As doenças causadas por ele são conhecidas como granulomatose.

Os mais variados granulomas têm em comum a possibilidade de desenvolver necrose, ou seja, a morte de células em determinado tecido. Esta situação é considerada grave, pois toda necrose é irreversível

Alguns granulomas se desenvolvem através da colocação de materiais sintéticos no organismo (por exemplo, os implantes de silicone).

Por tratar de uma alteração que pode afetar diferentes órgãos, existem vários tipos de granulomas. Resumidamente, vamos citar alguns dos tipos mais comuns:

Os granulomas mais comuns

O granuloma dental está relacionado à má higiene bucal. Ele se manifesta em forma de pus na parte inferior dos dentes e normalmente provoca dor na hora de mastigar ou então maior sensibilidade nos dentes.

Os granulomas oculares se desenvolvem por causa das lesões nos olhos, por infecção, conjuntivite ou blefarite.

Os granulomas piogênicos se desenvolvem na pele e aparecem como uma pequena infecção avermelhada e são bastante comuns em crianças.

O granuloma anular se desenvolve nas extremidades do corpo e normalmente aparece por falta de colágeno em nosso organismo.

Os granulomas pulmonares aparecem em forma de nódulo calcificado e são detectados através da biopsia. Na maioria dos casos aparecem devido a processos infecciosos (os casos de tuberculose são bastante frequentes).

O granuloma espermático afeta o conduto que passa o esperma e geralmente é causado pela vasectomia.

O granuloma facial é uma dermatose que aparece na face e é bastante rara. O seu tratamento é realizado com laser, uma técnica cada vez mais utilizada, pois permite a destruição da lesão vascular.

Imagem: iStock - Marwani22

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: