Gigolô - Conceito, o que é, Significado

O gigolô é um homem que se oferece a uma mulher em troca de dinheiro. Normalmente, a mulher é maior de idade e essa relação entre ambos tem uma finalidade sexual.

Geralmente, o gigolô é um homem jovem de boa aparência física que se dedica profissionalmente em atender as mulheres com o objetivo de uma gratificação financeira, assim como receber presentes e certos serviços.

A palavra gigolô é de origem francesa e, portanto, uma cópia deste idioma. Começou a ficar popular no século XIX, considera-se que vem do termo guinge que significa violino e dança.

Pode-se dizer que o gigolô se dedica à prostituição masculina, mas é uma prostituição que envolve alguns aspectos. O gigolô não oferece simplesmente seu corpo como fim sexual, ele é também um acompanhante esporádico de mulheres ricas que buscam a diversão e praticam uma espécie de jogo de sedução.

O gigolô consegue frequentar ambientes de luxo com a finalidade de chamar a atenção de sua clientela

No mundo destes profissionais há uma série de características diferenciadas: glamour, elitismo, boas maneiras, fantasias sexuais e consumo de produtos caros. O ambiente desses indivíduos geralmente é conhecido através da literatura e do cinema, pois na vida cotidiana não é comum este tipo de realidade. Os filmes do cinema criaram uma ideia sofisticada de tudo que envolve esse mundo, assim, é bem provável que não corresponda à realidade, como mostra o caso de um gigolô que se apaixona por sua cliente, essa é uma ideia atraente, mas pouco realista.

Algumas avaliações

A prostituição feminina é bastante conhecida, já a masculina segue vista de outra forma, como um tabu social. Enquanto a prostituição feminina está vinculada ao tráfico de mulheres, à exploração e ao turismo sexual; a masculina trata de um tema pouco discutido. Por este motivo, em certas ocasiões, os gigolôs são confundidos com os michês ou garotos de programa.

Desde uma perspectiva histórica, a prostituição masculina já era praticada na antiguidade, pois tanto na Grécia como em Roma, já havia bordeis de homens, estes que normalmente se passavam por escravos.

A figura do gigolô pode ser interpretada de várias maneiras: como um profissional que oferece um serviço e cobra por isso, da mesma forma que outra atividade de trabalho; como alguém que deixa ser abusado pelas mulheres mais velhas; como uma pessoa sem escrúpulos e sem sentido de moralidade. Assim, percebe-se que existem diversas avaliações que podem ser feitas por este tipo de indivíduo.

Imagem: iStock. fcscafeine

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: