Gato - Conceito, o que é, Significado

O gato é um animal mamífero, mais especificamente felino que se desenvolve em um útero materno, portanto, é um mamífero placentário.

O gato nasce após 9 semanas de gestação. No momento do nascimento, o gato nasce com as orelhas e os olhos fechados, mas pode sentir cheiro e em pouco tempo está pronto para sobreviver (a ninhada é formada por vários membros que estão sob o cuidado da mãe).

Aproximadamente entre nove semanas, o gato deixa de ser amamentado, embora ainda esteja ambientado ao seu grupo familiar. É um animal muito ativo e brincalhão, algo que serve como entretenimento para evitar o perigo ou capturar uma presa. Aos poucos sua dieta tem o acréscimo de comida sólida.

Geralmente o gato é um animal doméstico, embora existam alguns que são selvagens. Este felino vive entre 12 e 14 anos e se caracteriza pela sua grande agilidade (suas unhas afiadas proporcionam escalar um obstáculo a certa altura considerável).

Na história e na cultura

Os antigos egípcios tinham preferência pelos gatos, pois foram eles que os domesticaram pela primeira vez. Era um animal venerado que fazia parte da vida cotidiana da classe dominante. Inclusive, havia funerais em sua honra.

Durante a Idade Media, os camponeses europeus consideravam os gatos muito ágeis para caçar ratos, animais que colocavam em perigo as colheitas. Entretanto, do ponto de vista religioso, o gato estava associado a cultos demoníacos e por esse motivo tinham uma imagem negativa. Na medicina popular, as fezes do gato eram usadas para curar todo tipo de doença e nos períodos de fome sua carne era muito apreciada.

Na Índia, as diversas religiões deram um valor único a este felino

Para os budistas a atitude do gato era um modelo de comportamento (sereno, independente e que ataca em defesa própria).

Por outro ponto de vista, o gato faz parte de nossa cultura. Neste sentido, existem famosos personagens cinematográficos ou da literatura (o gato Tom, o gato de Botas e o Garfield). Nestes casos, o animal se transforma em um ser semi-humano, com aspecto felino e comportamento de uma pessoa.

Como animal de companhia, há muitos exemplos de gatos que permanecem fiéis a seus donos. No filme o Padrinho, o ator Marlon Brando aparece sentado no escuro meditando em silêncio enquanto acaricia seu gato.

Imagem: iStock. EasyMorning

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: