Filosofia Antiga - Conceito, o que é, Significado

Filosofia-AntigaA filosofia antiga é a época histórica na qual a filosofia faz parte desde o seu surgimento na Grécia, no século VI a.C. até o século IV d.C., coincidindo com a decadência do Império Romano do Ocidente.

Tratava-se de uma filosofia que pretendia abranger grande quantidade de ideias e campos, embora seu principal objetivo sempre fosse encontrar o fundamento que se esconde por detrás de todas as coisas.

Os filósofos deste período se caracterizavam por uma linguagem carregada de crítica e reflexão, conseguindo desta maneira transcender a visão mitológica imperante em seu tempo.

O paradigma dominante na filosofia antiga

A filosofia antiga remonta suas origens em um lugar específico da Grécia localizado na costa jônica. Desse local, surgiu uma variedade de pensadores que acabaram definindo o paradigma dominante da época.

Trata-se de uma corrente de pensamento eminentemente naturalista, focada no estudo de tudo que está ao redor, sem deixar dúvida se são reais ou não. Como ideia axiomática, pode-se dizer que havia um princípio de que o real era o cosmos, a Physis.

Dentro desta ideia o ser humano não era entendido como um ser privilegiado, mas como um ser entre os diferentes existentes na natureza. Assim, apesar da sua capacidade de raciocínio, o ser humano nunca pôde situar-se em uma escala superior aos demais e nem muito menos ser considerado o senhor da natureza.

Tales de Mileto

Entre os grandes filósofos deste primeiro período, podemos destacar o nome de Tales de mileto, o qual pode ser definido como o primeiro de sua espécie, sendo seu trabalho o início para os futuros pensadores que acreditavam que a origem de todos os seres era algo material. Desta maneira, Tales de Mileto é reconhecido hoje em dia como o primeiro filósofo da história e fundador da escola da filosofia grega.

De qualquer forma, o trabalho de Tales de Mileto não se restringiu apenas à filosofia, mas também chegou a ser reconhecido como um notável astrônomo ao prever um eclipse solar no ano de 585 a.C., assim como pai da geometria moderna por ser o primeiro a introduzi-la na Grécia.

Sua importância é capital, pois estabeleceu a ruptura do pensamento anterior baseado em crenças mitológicas, deixando a realidade em segundo plano de importância.

Imagem: iStock, ivan-96

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: