Equidade Social - Conceito, o que é, Significado

Equidade-SocialA equidade social é um conjunto de práticas que pretende demolir todas as barreiras sociais, culturais, econômicas e políticas que impliquem em exclusão ou desigualdade. Seu objetivo final está independente das circunstâncias que se encontram. Todos os membros da sociedade têm as mesmas oportunidades e direitos.

Para conseguir isso entram em cena os mecanismos de redistribuição de renda, assim como os demais recursos, além de procurar um equilíbrio de gênero e intercultural na orientação das políticas referentes a este setor.

A equidade social e a educação

Uma das batalhas mais comuns na hora de alcançar o objetivo da equidade social é conseguir ter acesso à educação em igualdade de oportunidades. O poder obter uma boa educação é a base fundamental para que muitas pessoas possam tornar-se membros úteis do sistema produtivo.

Trata-se da melhor forma possível de romper as barreiras mais antigas da desigualdade social, pois normalmente a educação, especialmente em seus graus mais elevados, tem estado historicamente vedada às classes mais baixas da sociedade, uma vez que não possuem recursos econômicos para enfrentar os principais gastos e assim receber uma educação mais regrada.

Quando há equidade social, o acesso à educação e os conhecimentos técnicos por parte de todas as classes sociais repercute de maneira positiva para eliminar as barreiras sociais, econômicas e culturais, permitindo uma melhora na situação global de uma comunidade.

Equidade social na América Latina

A equidade social é um dos problemas que mais chamaram a atenção da América Latina nos últimos anos. Esses países adotaram medidas legislativas e colocaram em prática diversas políticas promovendo a equidade entre os cidadãos. Estas atividades estão baseadas principalmente em três campos: na educação, na violência e na moradia, uma vez que esses são os grandes problemas enfrentados pela maioria dos países latino-americanos em matéria de falta de equidade.

As diferenças socioeconômicas consideráveis entre os diversos setores da sociedade no mundo geográfico da América Latina têm sido tradicionalmente fonte de tensões políticas. Assim, apesar da existência de países governados diferentemente, entende-se a equidade social como um elemento estabilizador que minimiza a existência de conflitos ocasionados por graves comparações entre diversos grupos sociais.

Imagem: iStock, Maxiphoto

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: