Ciclo da Água - Conceito, o que é, Significado

Ciclo-da-agua

A natureza apresenta três estados diferentes de substâncias: sólido, líquido e gasoso

Quando nos referimos à água, em seu estado líquido, podemos encontrá-la nos mares, nos oceanos e nos rios; já em seu estado sólido, pode ser encontrada como cubos de gelo, assim como em seu estado gasoso se encontra nas nuvens. Desta maneira, dependendo das condições que se submete, a água pode ser encontrada em um estado ou outro. Como já se sabe, o gelo por causa do efeito do calor se converte em água líquida que, por sua vez, pode evaporar-se e passar para um estado gasoso. Isto significa que a água pode mudar, mas mantém sua identidade, pois continua sendo H20.

Ciclo da água

Entende-se por ciclo da água, o caminho seguido pela água na Terra. Em outras palavras, a energia do Sol produz a evaporação de tal forma que a água do mar e dos rios se evapora através da condensação. Quando o vapor chega às camadas mais altas da atmosfera ela esfria e condensa formando as nuvens. Devido à ação do vento, as nuvens são arrastadas e causam a chuva ou a neve. Desta maneira a água volta a Terra e alimentam as plantas, este processo recebe o nome de precipitação. A água que percorre a Terra cria os rios e formam as águas subterrâneas, este processo é conhecido como infiltração.

Esta troca de água que ocorre entre a Terra, o mar e o ar forma o ciclo de água. Este mecanismo da natureza possui as quatro etapas mencionadas: evaporação, condensação, precipitação e infiltração.

A água, substância essencial para entender a vida

A água se move de maneira permanente. Porcentualmente, a maior parte da água se encontra nos oceanos (aproximadamente 70% da superfície terrestre estão coberta por água salgada). Em relação à água doce, a mesma se encontra armazenada nas regiões glaciais do polo norte e polo sul (assim que o gelo derrete desemboca no oceano).

Ciclo-da-agua-2A água doce se encontra nos lagos, riachos e na própria Terra, já o restante do abastecimento de água se concentra nas nuvens. A quantidade de água na atmosfera é muito pequena se compararmos com a que existe sobre a superfície da Terra.

O continuo ciclo da água vem acompanhado de certos perigos provocados pela ação do homem, sendo a chuva ácida como principal. Algumas indústrias e certos combustíveis produzem substâncias contaminantes (por exemplo, o óxido de nitrogênio) que acabam misturando-se à água atmosférica e formando a chuva ácida. Seus efeitos nocivos sobre o solo, a vegetação ou a saúde são bem conhecidos. Também há outros perigos que podem afetar o ciclo da água, como as substâncias radiativas ou as substâncias químicas inorgânicas (por exemplo, o cádmio e o mercúrio).

Imagens: iStock. Mariaflaya

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: