Chuva de Ideias - Conceito, o que é, Significado

Chuva-de-IdeiasO termo chuva de ideias se refere ao processo em que são enunciadas as mais variadas ideias para a realização de um determinado fim e que evite qualquer tipo de presença negativa sobre a questão. Este processo tem como finalidade fazer exercício da criatividade e tirar o máximo de proveito da situação, evitando repressões que limitem os processos de pensamento. Na verdade, pode ser que algumas das ideias ou propostas sejam de pouca viabilidade, mas este elemento crítico terá lugar mais adiante, assim que todas as possibilidades existentes estiverem sobre a mesa.

A chuva de ideias é um procedimento projetado por Alex Faickney Osborn no ano de 1938 como uma busca de encontrar melhores ideias a partir de um clima desestruturado. Neste sentido, Osborn chegou à conclusão que realizar um processo desta natureza poderia agregar valor a diferentes grupos de trabalho, em especial aos de criação.

A chuva de ideias pode ser feita por apenas uma pessoa, mas tem maior efetividade quando realizada em grupo, por uma grande quantidade de pessoas participando e sugerindo novas ideias, sendo algumas delas até bizarras. Muitas vezes, uma pessoa é a moderadora e responsável por registrar as ideias, de preferência em uma lousa para que todos possam ver. Uma vez conseguido um importante número de possibilidades, o que se deve fazer é relacioná-las e chegar a uma combinação que possa trazer soluções que antes eram impossíveis quando realizadas de modo particular.

Segundo Osborn, a chuva de ideias deve focar na resposta de uma pergunta específica, pois muitas vezes demasiadas questões podem ser prejudiciais ao processo. Nas primeiras experiências, os grupos estabelecidos costumavam ser de doze participantes e eram compostos tanto por especialistas como por principiantes. Algumas ideias eram ridículas, mas isso não era visto como um problema e sim como uma virtude, pois assim se conseguia a desibinição e soltar a imaginação.

Apesar do procedimento proposto, existem muitas variantes deste processo denominado como chuva de ideias. Algumas delas implicam a escrita de uma ideia em um papel e a passagem deste para um companheiro que avalia e adiciona novos pensamentos, outros fazem uso de um software que agiliza o processo e em algumas variantes são emitidas perguntas antes do que respostas, formando assim uma “chuva de perguntas”. Apesar de todas estas variantes e popularidade do processo existem visões céticas em relação a estas possibilidades. No entanto, é uma realidade que o julgamento excessivo dos outros e que o julgamento próprio anulem as possibilidades de agregar valor aos demais e a si mesmo.

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: