Cartel do Narcotráfico - Conceito, o que é, Significado

O Cartel é uma organização criminosa. Trata-se de um termo que se refere aos grupos criminosos organizados da América Latina. Já em outros lugares do mundo é mais comum empregar a palavra máfia.

“Dinheiro ou chumbo” nos cartéis mexicanos

No México, mais especialmente no território de fronteira com os Estados Unidos, há uma situação de grande convulsão social: milhares de crimes e desaparecimentos, contrabando, tráfico de drogas, extorsão, sequestro e corrupção generalizada. Os principais responsáveis são certos cartéis dedicados ao transporte de narcóticos do México aos Estados Unidos.

Estes grupos se tornaram extremamente ricos e poderosos por causa de suas atividades fora da lei. Os cartéis defendem seus interesses com um sistema conhecido como “dinheiro ou chumbo”. Em outras palavras, ou aceita o suborno ou será assassinado. Esta forma de intimidação condiciona a vida diária de todo o território de fronteira. Há uma circunstância que reflete bem a atmosfera de violência: em algumas localidades os policiais mexicanos costumar usar os rostos cobertos, pois sabem que sua vida corre sério perigo. Não podemos esquecer, por outro lado, que alguns policiais são colaboradores ou diretamente pistoleiros dos grupos criminosos.

Cidade Juarez, a capital mundial do crime

A Cidade Juarez é um local do México na qual a população mais sofre com as consequências das atividades dos cartéis. Nela a violência está fora de controle e todos os dias acontecem vários crimes com absoluta normalidade. Durante anos tem sido conhecida como a capital mundial dos assassinatos. Obviamente, esta situação atinge negativamente os investimentos, o turismo, o emprego e a qualidade de vida em geral. Nos últimos anos a situação da Cidade Juarez melhorou significativamente. Entretanto, esta localidade continua submetida ao mando do Cartel de Juarez, uma organização que compete com outras, como o Cartel de Sinaloa, o Cartel de Tijuana ou Os Zetas.

A estrutura social dos cartéis

Estes grupos criminosos têm uma estrutura organizada semelhante a qualquer multinacional, com seus territórios, mercados e franquias.

Na base de sua pirâmide social estão os “narcomenudistas” ou burros, que normalmente são jovens recrutados por esses cartéis para vender droga nas ruas. Num escalão superior estão os “gatilheiros”, ou seja, pistoleiros dispostos a apertar o gatilho a qualquer hora. Num próximo nível aparece o lugar-tenente, responsáveis em controlar um território. Por último, o cartel tem seu próprio líder como maior responsável e, obviamente, todo líder tem ao seu lado sua “rainha”, normalmente uma mulher superatrativa.

Imagem: Fotolia. wellphoto

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: