Canibalismo - Conceito, o que é, Significado

A origem da palavra canibal deve ser entendida no contexto do Descobrimento da América. Os espanhóis que chegaram às costas americanas se surpreenderam ao comprovar que alguns povos indígenas tinham o costume de alimentar-se da carne humana, obtida após alguns rituais sagrados dos quais se ofereciam vítimas aos deuses.

O canibalismo é, portanto, o ato pelo qual um ser vivo come a carne de outro indivíduo da mesma espécie. Esta prática é aplicada tanto em animais como em seres humanos.

No mundo animal

No reino animal, o canibalismo se apresenta em todo tipo de espécie

A mantis religiosa fêmea come o macho após o acasalamento. O dragão-de-komodo come os membros de sua espécie que se encontram doentes. Em certas ocasiões, os hamsters se alimentam de suas próprias crias e o mesmo acontece com as aranhas, as focas, os crocodilos e os escorpiões. Em todos os casos, trata-se de uma estratégia de sobrevivência. Algumas espécies praticam o canibalismo devido à falta de alimentos; isso também acontece ultimamente com os ursos polares como consequência da mudança climática.

Entre os humanos

O canibalismo está ligado ao assassinato, por isso é um costume contrário aos códigos legais, morais e religiosos de todas as civilizações

Excepcionalmente, ocorreu em algumas culturas americanas durante o período pré-colombiano, na África Ocidental e na Papua Nova Guiné. Como regra geral, o canibalismo é junto como o incesto um dos tabus mais enraizados entre os humanos.

Não há um padrão único para explicar este tipo de comportamento. Pode manifestar-se em rituais funerários, como é o caso dos yanomamis da Amazônia. Na maioria dos casos, ocorre por causa de oferendas de sacrifícios humanos acompanhados da ingestão da carne humana, evidente nas crônicas dos colonizadores espanhóis em relação à cultura maia ou asteca.

Também houve casos de canibalismo em situações de extrema necessidade. Um dos episódios mais famosos é conhecido como o "Milagre dos Andes", em 1972, quando um avião caiu na cordilheira dos Andes e os sobreviventes tiveram que comer carne humana das vítimas para sobreviver.

Imagem: Fotolia. Shockfactor

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: