Antropologia - Conceito, o que é, Significado

A antropologia é a ciência que estuda o ser humano. Na verdade, a palavra antropologia vem do grego “anthropos” que quer dizer homem, e de “logos” que significa conhecimento.

A antropologia como disciplina científica tem um caráter geral e para compreender sua orientação é necessário fazer um breve recorrido por suas diversas áreas.

Ramos da antropologia

A antropologia cultural está focada no estudo das sociedades humanas. A comunidade é um conjunto de indivíduos que compartem a mesma língua, costumes, crenças e relações de parentesco. O antropólogo cultural pode estudar uma etnia qualquer e o conjunto de valores e ideias que se manifestam entre os indivíduos.

A antropologia filosófica vem a ser uma reflexão sobre os processos humanos vinculados ao aspecto fisiológico. Existe um processo de hominização através do qual percebe a evolução do homem (o bipedismo, o aumento da capacidade cerebral, o uso das mãos, o tipo de alimentação, etc.). Ao mesmo tempo, pode-se dizer que esse processo de hominização inclui certos aspectos como a socialização, as regras de parentesco, a proibição do incesto, os tabus, os mitos, os enterros e uma série de elementos próprios da condição humana.

A antropologia forense tem como objetivo identificar os restos humanos. A partir da informação obtida é possível extrair conclusões sobre um crime, sobre o tipo de vida de um indivíduo, suas doenças, etc. O antropólogo forense pode proporcionar informação relevante à polícia ou visitar um psicólogo que tente ajudar os familiares da vítima.

Geralmente a antropologia realiza estudos comparativos. Nesta linha, a antropologia comparada permite entender uma cultura estabelecendo semelhanças e diferenças com outras culturas.

Em certas ocasiões, o estudo do homem é dirigido por um aspecto humano concreto. Neste sentido, existe a antropologia da religião (que analisa o fenômeno religioso para compreender sua influência dentro da sociedade), a antropologia de uma civilização (por exemplo, a grega e a romana), inclusive a antropologia linguística (que tenta estabelecer uma relação entre as línguas e a genética das populações). Estes exemplos destacam que o estudo do ser humano pode especializar-se em várias áreas, pois o homem é um animal social e ao mesmo tempo um animal econômico, linguístico e religioso. Estas dimensões do humano são variantes de uma antropologia geral.

Foto: iStock, VladimirSklyarov

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: