Abraçoterapia - Conceito, o que é, Significado

AbracoterapiaA medicina tradicional emprega terapias convencionais e com critérios baseados na experiência e na metodologia científica. Apesar disso, há outros procedimentos curativos que embora não tenham um caráter científico podem ser terapêuticos e benéficos para a saúde. Um deles é a abraçoterapia. Como seu próprio nome indica, trata-se de dar um abraço em outra pessoa com o objetivo de transmitir uma sensação de bem-estar.

A demonstração de afeto que proporciona um abraço é positiva em muitos sentidos

Em primeiro lugar é muito gratificante para quem o recebe. Ao mesmo tempo, tira medos, alivia tensões, fortalece a autoestima e elimina a solidão. O contato físico realizado com o ato de abraçar traz calor humano, algo que tem um componente benéfico para a saúde mesmo que não possa ser avaliado a partir de uma perspectiva simplesmente empírica.

A ideia básica desta terapia é o apoio emocional que se sente, na qual é gratificante e consequentemente positiva para a saúde.

Os especialistas desta modalidade (os abraçaterapeutas) acreditam que nem todos os abraços são iguais, mesmo assim há diversos tipos: o abraço de urso, entre três pessoas ou de sanduíche, de bochecha, o impetuoso ou em forma de A. Cada um tem sua própria característica, por exemplo, o impetuoso é muito comum entre as crianças e o em forma de A é utilizado entre pessoas com pouca confiança mútua.

A importância na pediatria

A área pediátrica aplicada às crianças comprova que o contato físico e um ambiente hospitaleiro são relevantes para melhorar a saúde das crianças.

A demonstração de afeto através dos diferentes tipos de abraço se transforma em uma estratégia complementar de grande utilidade. O calor humano é o elemento curativo desta modalidade e a criança enferma é quem se beneficia com este contato físico.

É necessário que o ambiente hospitalar não seja um lugar quente e que as crianças possam sentir-se confortáveis. Portanto, o abraço destes profissionais pode proporcionar a cura de qualquer tipo de incômodo.

Uma das vantagens desta técnica é não ter nenhuma contraindicação e risco para a saúde. Além disso, o abraço é portátil, econômico, proporciona sensação de alívio e não é dolorido.

Atualmente, cada vez há mais hospitais e clínicas que utilizam a abraçoterapia e outras técnicas que não são estudadas na faculdade de medicina, mas que servem como cura para determinados casos. Por exemplo, na Espanha existem hospitais infantis onde os profissionais da saúde se disfarçam de palhaços para provocar sorrisos nas crianças.

Imagem: iStock - ElsvanderGun

Próximo - Conceitos >>

Leitores continuaram: